<
>

Rebaixado pelo Grêmio em 2007, Corinthians pode dar o troco e empurrar gaúchos para a segunda divisão

play
Ex-Corinthians relembra ameaças de torcedores de 'derrubar avião' após rebaixamento (3:32)

Lulinha falou com exclusividade ao ESPN.com.br (3:32)

Grêmio pode cair para a Série B, neste domingo (5), contra o Corinthians


Na reta final do Brasileirão, o Grêmio entra em campo a cada rodada com a ''corda no pescoço'' na luta contra o rebaixamento. E o clima revanche promete colocar fogo no duelo deste domingo (5), diante do Corinthians, na Neo Química Arena.

Isto porque o time paulista poderá devolver na mesma moeda o dia de maior tristeza da história do clube: a queda para a Série B, que aconteceu em 2007.

Há 14 anos atrás, o Grêmio empatou em 1 a 1 com o Corinthians na última rodada e carimbou o passaporte dos corintianos para a segunda divisão.

Na época, o time alvinegro precisava de uma vitória simples para se livrar da segundona dependendo só de si, mas não conseguiu o resultado diante da equipe gaúcha, que já não brigava por mais nada no campeonato.

O empate, combinado com a vitória do Goiás por 2 a 1 sobre o Internacional, no mesmo horário, confirmou a queda corintiana. Enquanto os jogadores alvinegros choravam, os gremistas comemoravam.

Na ocasião, o Grêmio começou melhor e logo fez 1 a 0 com gol de Jonas, de cabeça, com um minuto de jogo. Aos 30, o Corinthians conseguiu igualar com Clodoaldo.

Depois da partida, apesar da rivalidade local, gremistas e colorados foram às ruas de Porto Alegre para comemorar o rebaixamento dos paulistas.

É verdade que de lá para cá muita coisa mudou, mas o que aconteceu no Olímpico há 14 anos, não caiu no esquecimento dos corintianos. Na última quinta-feira (2), a "Gaviões da Fiel", principal torcida organizada do clube, divulgou uma nota pedindo empenho para que jogadores do rebaixem o rival.

Desta vez, o Corinthians terá em suas mãos não só a chance de dar o troco, mas também de assegurar sua vaga na fase de grupos da Conmebol Libertadores. Na quarta posição, a equipe de Sylvinho tem 56 pontos e, caso vença, não poderá mais ser alcançado.

Já para o Grêmio, em 18º, com 39, é vencer ou vencer. Se for derrotado, estará rebaixado pela terceira vez.

play
3:32

Ex-Corinthians relembra ameaças de torcedores de 'derrubar avião' após rebaixamento

Lulinha falou com exclusividade ao ESPN.com.br