<
>

Barcelona mira dois jogadores do Chelsea para a janela de janeiro de 2022; veja as opções

Barcelona está interessado no atacante Timo Werner e no meia Hakim Ziyech, ambos do Chelsea


O atacante Timo Werner e o meia Hakim Ziyech, ambos do Chelsea, assim como Raheem Sterling, do Manchester City, são estudados como alternativas de reforços pelo Barcelona já para a janela de transferências de janeiro de 2022, segundo apurou a ESPN.

Recentemente, o Barça anunciou a contratação do lateral-direito Daniel Alves, mas a diretoria da equipe pretende fechar com um atacante. As opções mais interessantes são atletas que não vêm sendo muito utilizados por seus clubes atuais e que possam ser emprestados.

O Barcelona volta a campo por LaLiga no próximo sábado (27), às 17h (de Brasília), contra o Villarreal, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+

Por outro lado, o time do Camp Nou já sabe que não pode oferecer grandes quantias por transferências, já que, para cada atletas que chegar, a equipe blaugrana terá que dar um jeito de se livrar de atletas que não serão usados pelo técnico Xavi, de forma a obedecer as regras de fair play financeiro de LaLiga.

Sterling, aliás, já está na mira do Barcelona desde o ano passado, e agora voltou a interessar de forma concreta.

O jogador da seleção inglesa é visto como bom encaixe para o sistema 4-3-3 de Xavi no Barça. No entanto, os culés são conscientes de que convencer o City a ceder o atleta será muito complicado, a não ser que o time espanhol aceite incluir uma opção de compra obrigatória ao final da temporada 2021/22.

Justamente por isso, fontes informaram à ESPN que o Barcelona também está de olho em Ziyech e Werner, já que ambos não contam com grande prestígio do técnico Thomas Tuchel em Stamford Bridge.

O marroquino só foi titular em duas partidas de Premier League nesta temporada, enquanto o alemão perdeu muito espaço depois da contratação de Romelu Lukaku e só entrou em campo nove vezes na temporada (sendo seis como titular).

Ziyech, de 28 anos, foi contratado do Ajax em 2020, por 40 milhõe de euros, enquanto Werner, de 25, se uniu aos Blues no mesmo verão, vindo do RB Leipzig por 53 milhões de euros.

O Chelsea, atual campeão da Champions League, está lutando pelos títulos de todas as competições na atual temporada, mas no Barça há o sentimento de que pode-se aproveitar a falta de minutos destes dois atletas para tentar um empréstimo.

Além de Ziyech e Werner, o lateral-direito César Azpilicueta é outro nome que interessa no Camp Nou, como mostrou a ESPN na semana passada.

O experiente defensor, de 32 anos, tem contrato só até junho de 2022, e Xavi vê com bons olhos sua chegada ao Barça como agente livre.

Na semana passada, o diretor de futebol do Barcelona, Mateu Alemany, confirmou que, atualmente, o time culé não tem recursos para fazer contratações, depois de ter desembolsado dinheiro para fazer a troca de técnicos (Ronald Koeman por Xavi) e ter renovado os contratos de Pedri e Ansu Fati.

Todavia, várias fontes confirmam à reportagem que o time confirma que pode vender bem algum jogador nas próximas semanas, de forma que um reforço possa vir de fora para o ataque na janela de inverno.

O limite salarial máximo do Barça, que inclue os salários dos jogadores e das contratações feitas ao longo da temporada, se fixou em 97 milhões de euros.

A entidade tem outras formas de aumentar seu limite de gastos, como contratos de novos patrocinadores, mas as fontes afirmam que o clube no momento está focado apenas na venda de jogadores que estão fora dos planos de Xavi para encontrar o espaço necessário na massa salarial.