<
>

Renato abre o jogo, diz se torce para seleção e fala de Gabigol e Everton Ribeiro: 'Espero que joguem e não se machuquem'

Renato Gaúcho afirmou que vai torcer por Gabigol e Everton Ribeiro na seleção, mas pediu para que não se machuquem contra o Uruguai, já que voltam ao Flamengo para o jogo contra o Cuiabá pelo Brasileirão


Mesmo desfalcado, o Flamengo venceu o Juventude por 3 a 1, no Maracanã, nesta quinta-feira, e segue na cola do Atlético-MG na briga pelo título do Brasileirão.

Dentre as baixas rubro-negras estavam Gabigol e Everton Ribeiro, que estão à serviço da seleção brasileira nas Eliminatórias, mas que já estarão de volta para o próximo jogo diante do Cuiabá, no domingo (17), às 20h30 (de Brasília), no Maracanã.

Questionado se a dupla deve entrar em campo com a camisa verde e amarela contra o Uruguai, duelo que acontece nesta quinta-feira, pelas Eliminatórias, Renato Gaúcho jogou a responsabilidade para o técnico Tite, mas fez uma única ponderação: que não se machuquem.

''Eu sou brasileiro e sempre vou torcer para a seleção brasileira independentemente de ela jogar e de quem for o adversário. Eu espero que se jogarem, que não se machuquem. Agora se vão jogar ou não já é um problema do Tite. Ele é bem pago para pensar, está lá e muito bem, então esse é um problema dele'', disse Renato antes de completar:

''Espero que possam jogar os 90 minutos ou uma parte. Enfim, espero que se jogarem, que não se machuquem e voltem. É importante termos mais jogadores no grupo, os que estiverem na seleção, no departamento médico ou suspensos, quanto mais opções eu tiver, melhor para o Flamengo'', concluiu.

Com a vitória, o Flamengo é vice-líder com 45 pontos, 11 a menos que o Galo, que ainda tem duas partidas a mais.