<
>

Brasileirão: com um a menos, Palmeiras empata com o Bahia, amplia 'seca' de vitórias e pode até deixar G-4

Palmeiras chegou ao quinto jogo seguido sem vitória no Brasileirão, caiu para 4º e pode deixar o G-4 em caso de vitória do Fortaleza, nesta quinta (13)


Nesta terça-feira (12) o Palmeiras somou mais um tropeço no Brasilerão. Contra o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador, pela rodada 26, o Alviverde não saiu do 0 a 0 com os donos da casa e segue sem vencer na competição há cinco jogos seguidos.

A repercussão da rodada de terça do Brasileirão você assiste no SportsCenter, às 23h25, com transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+.

Com o resultado, o Palmeiras caiu para 4º na tabela e pode até deixar o G-4, caso o Fortaleza vença o Grêmio, nesta quinta-feira (13), na Arena Castelão.

Assim como o Palmeiras, que na última rodada contou com a volta da torcida ao Allianz Parque, o Bahia teve pela primeira vez a presença de público na Arena Fonte Nova, que teve 30% da sua capacidade liberada.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com um total de 12 finalizações: oito delas para o Palmeiras, e quatro para os donos da casa. Apesar disso, o zero não saiu do placar.

Na volta para o segundo tempo, o clube paulista ganhou o desfalque do zagueiro Kuscevic, que sentiu problema no coxa e foi substituído por Renan.

Aos 13 minutos, Gilberto, artilheiro do Esquadrão de Aço neste Brasileirão, por pouco não abriu o placar na Fonte Nova. O camisa 9 recebeu na entrada da área e soltou a bomba, mas Jaílson operou um milagre e fez grande defesa.

E a bruxa seguiu solta no Palmeiras, que viu mais um titular deixar o gramado por problema físico: aos 15 minutos, Gabriel Menino foi substituído e chorou muito no banco de reservas. Wesley entrou no seu lugar.

Aos 37 minutos, Wesley, que havia entrado há pouco tempo no jogo, acertou o pé no rosto de jogador do Bahia e levou o cartão vermelho direto, voltando mais cedo para o vestiário e deixando o Palmeiras com 10 em campo.

No segundo tempo, os principais esforços foram do Bahia, que levou muito perigo, principalmente após a expulsão de Wesley, mas muito por conta de Jailson, que fechou o gol, a partida terminou empatada em 0 a 0.

Com o empate, o Palmeiras somou o seu quinto jogo seguido sem vitória no Brasileirão, e ao sétimo levando em consideração todas as competições. A última vitória foi no dia 18 de setembro, contra a Chapecoense, pela rodada 21 do Campeonato Brasileiro.

Já o Bahia, voltou a tropeçar após vitória sobre o Athletico-PR na última rodada, mas ampliou sua invencibilidade no Brasileiro para dois jogos.

Situação do campeonato

O empate não foi suficiente para o Bahia deixar a zona de rebaixamento. A equipe do técnico Guto Ferreira foi a 27 pontos e segue em 17º, a um ponto do Santos, primeiro clube fora do Z-4 neste momento.

O resultado também não foi nada bom para o Palmeiras, que caiu para 4º na tabela de classificação, agora com 40 pontos, e pode até deixar o G-4 ainda nesta rodada em caso de vitória do Fortaleza sobre o Grêmio, nesta quinta (13). Vale lembrar que o Alviverde ainda tem um jogo a menos a cumprir.

O cara: Jaílson

O goleiro do Palmeiras, que vem substituindo mais uma vez o titular Weverton enquanto ele está na seleção brasileira, teve uma noite de grandes defesa, principalmente no segundo tempo. Muiro por conta do seu desempenho o clube paulista conseguiu somar um ponto fora de casa.

Foi mal: Wesley

O atacante, que substituiu Gabriel Menino, lesionado, entrou em campo aos 15 minutos e, aos 37, foi expulso. A noite definitivamente não foi de Wesley.

Próximos jogos

Pela rodada 27 do Brasileirão, o Bahia volta a campo no sábado (16), às 21h, contra o América-MG, em Belo Horizonte.

No domingo (17), será a vez do Palmeiras entrar em campo. Às 16h, no Allianz Parque, o clube paulista encara o Internacional.

Ficha técnica

Bahia 0 x 0 Palmeiras

GOLS: a partida não teve gols

BAHIA: Danilo Fernandes; Nino Paraíba (Renan Guedes), Germán Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Danielzinho (Rodriguinho) e Patrick de Lucca; Raí (Rodallega), Juninho Capixaba e Lucas Mugni; Gilberto (Ronald). Técnico: Guto Ferreira.

PALMEIRAS: Jaílson; Luan, Kuscevic (Renan) e Felipe Melo; Gabriel Menino (Wesley), Raphael Veiga, Patrick de Paula (Danilo Barbosa) e Jorge; Rony e Dudu (Matheus Fernandes); Luiz Adriano (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira