<
>

Flamengo x Palmeiras: relembre 8 clássicos que fizeram 'explodir' a rivalidade

Flamengo e Palmeiras, os dois times mais ricos do Brasil no momento, farão a grande final da Conmebol Libertadores de 2021.

A partida acontece no dia 27 de novembro, no estádio Centenario, em Montevidéu, no Uruguai, ainda sem horário definido, com transmissão AO VIVO pelo Fox Sports e também pela ESPN no Star+.

No retrospecto recente, a vantagem é rubro-negra. Dos últimos 9 jogos entre os dois times, são 5 vitórias do Fla e 4 empates. O último triunfo do Palmeiras contra os cariocas foi em 2017.

Neste ano, os times já decidiram a Supercopa do Brasil, em Brasília, com empate em 2 a 2 no tempo normal e vitória rubro-negra nos pênaltis.

Relembre abaixo oito clássicos entre os dois que "esquentaram" a rivalidade mais poderosa do Brasil nos últimos anos:

Palmeiras 1 x 1 Flamengo, Brasileirão de 2016

Na 25ª rodada do Brasileirão, os dois times se enfrentaram num duelo literalmente direto. O Palmeiras chegou ao jogo líder com 47 pontos, uma a mais que o Flamengo. Aos 17 do segundo tempo, Alan Patrick abriu o placar para o Fla e dava a liderança provisória ao time carioca.

Porém, o jovem Gabriel Jesus, de 19 anos, empatou para o Palmeiras aos 37 do segundo tempo, mantendo a liderança alviverde, que seria campeão sob o comando de Cuca ao fim das 38 rodadas.

Flamengo 2 x 2 Palmeiras, Brasileirão de 2017

Na Ilha do Governador, o Flamengo saiu na frente com Pará. Willian e Róger Guedes viraram para o Palmeiras, e Guerrero empatou novamente o jogo. Tudo isso no primeiro tempo! Diego, cobrando pênalti, teve a chance de dar a vitória ao Fla no fim do segundo tempo, mas desperdiçou a cobrança.

Palmeiras 1 x 1 Flamengo, Brasileirão de 2018

O Flamengo chegou ao Allianz Parque liderando o Brasileirão com 26 pontos, 8 a mais que o Palmeiras. Em campo, Willian e Thuler fizeram os gols, mas o que chamou atenção foi uma briga generalizada entre os dois times no final da partida.

Isso resultou em seis expulsões (Jaílson, Dudu e Luan pelo Palmeiras e Jonas, Henrique Dourado e Cuellar pelo Fla).

Flamengo 1 x 1 Palmeiras, Brasileirão de 2018

Mais um jogaço entre os dois no mesmo torneio. Dudu abriu o placar no segundo tempo, mas Marlos Moreno empatou aos 36 da etapa final para o Fla. Lucas Paquetá perdeu um gol incrível ainda no fim do confronto.

Os dois times entraram em campo separados por 4 pontos, com o Palmeiras na liderança. O Alviverde seria campeão novamente, com 8 pontos de vantagem para o Fla ao fim das 38 rodadas.

Flamengo 3 x 0 Palmeiras, Brasileirão de 2019

Flamengo, Palmeiras e Santos chegaram à 17ª rodada liderando com 33 pontos cada. Mas, no Maracanã, o Fla de Jorge Jesus atropelou o Alviverde no duelo direto, com dois gols de Gabigol e um de Arrascaeta, e iniciou a arrancada ao título. Após a partida, Luiz Felipe Scolari seria demitido do comando da equipe paulista.

Palmeiras 1 x 3 Flamengo, Brasileirão 2019

Uma semana após ganhar os títulos do Brasileirão e da Libertadores, o Flamengo foi ao Allianz Parque para, literalmente, festejar. Mesmo sem sua torcida por uma ordem das autoridades locais, o rubro-negro de Jorge Jesus fez 3 a 0 no primeiro tempo, novamente com dois de Gabigol e um de Arrascaeta, e tirou o pé depois. Novamente, o técnico alviverde caiu, desta vez sendo Mano Menezes.

Palmeiras 1 x 1 Flamengo, Brasileirão 2020

Com dezenas de membros do elenco e comissão técnica, inclusive Domenéc Torrent, infectados pela COVID-19, o Flamengo foi ao Allianz Parque na bacia das almas e segurou um empate heroico. A vitória parecia certa para o Palmeiras de Vanderlei Luxemburgo após um imbróglio gigantesco antes da bola rolar, com o Fla querendo o adiamento do confronto.

Mas, em campo, o Flamengo se segurou com jovens da base como Hugo Souza, Otávio e Guilherme Bala entre os titulares, buscando o empate após sair atrás no placar.

Flamengo 2 x 2 Palmeiras, Supercopa do Brasil

Em um duelo emocionante, Raphael Veiga abriu o placar logo aos 2 minutos, o Flamengo virou com Gabigol e Arrascaeta, e Veiga empatou de novo no segundo tempo. O campeão foi decidido nos pênaltis.

O Palmeiras teve dois "match points", mas parou em Diego Alves e perdeu por 6 a 5 na decisão dos pênaltis e viu o Flamengo de Rogério Ceni empilhar a primeira taça da temporada.