<
>

Dedé diz que Fagner, do Corinthians, é chamado injustamente de violento e sai em defesa de lateral

play
Dedé sai em defesa de Fagner e diz que lateral é chamado injustamente de violento: 'Maldade ele não tem' (0:47)

Zagueiro conversou com exclusividade com o ESPN.com.br (0:47)

Por muitos anos companheiro Fagner no Vasco, o zagueiro Dedé desmitificou a fama de "violento" que o lateral direito ganhou no futebol brasileiro por conta de algumas entradas um pouco mais fortes em seus adversários. Em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br, o defensor, que conheceu o hoje jogador do Corinthians no dia a dia, revelou que nunca viu maldade do atleta neste lances, que na sua visão são acidentais.

Em 2016, em jogo na Arena Corinthians contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, Fagner deu uma entrada dura no meia rubro-negro Ederson, que apesar de ter permanecido em campo após o lance, saiu da partida lesionado no joelho. Na época, o lateral corintiano foi considerado culpado pela lesão pelos torcedores do rival e começou a ganhar a fama de "violento" nos gramados.

Na época, a situação foi resolvida no mesmo dia pelos dois atletas. Inclusive segundo, Ederson, Fagner foi até os vestiários pedir desculpas pelo lance, e o ex-jogador do Flamengo aceitou. Apesar disso, o lateral até hoje não conseguiu apagar por completo esta imagem.

Dedé lembrou do lance e saiu em defesa do ex-companheiro sobre esta sua fama. Segundo o zagueiro de 33 anos, Fagner nunca escondeu ser um jogador de pegada mais forte, mas jamais com a intenção de machucar os seus adversários.

"Pelo que eu conheci o Fagner, eu não via maldade nele de chegar para machucar. É difícil você falar que um cara chega para machucar, eu acho que é uma interpretação, duvidosa, sim, para falar que ele entrou para machucar. Desde a época que eu joguei com ele, sempre foi muito firme, tem que chegar bem nele", começou por dizer Dedé.

"Ele é firme, ele mesmo já falou isso, não tem dessa não. Só que podem acontecer acidentes sim, como aconteceu com o Ederson, mas pelo que eu conheço o Fagner, maldade, maldade, ele não tem não", concluiu.

play
3:07

Dedé se emociona com superação, mira volta por cima e desabafa sobre termo 'bichado': 'Minha sobrinha pequena perguntou o que é isso?'

Zagueiro conversou com o ESPN.com.br com exclusividade

13º colocado na tabela do Brasileirão com 14 pontos, o Corinthians entra em campo nesta segunda-feira (26) pela rodada 13 da competição, e encara o Cuiabá na Arena Pantanal. Os rivais estão em 15º, com 12.

A equipe do técnico Sylvinho, por sua vez, vem de derrotas consecutivas para Fortaleza e Atlético-MG, respectivamente, e tenta voltar a vencer para subir posições na tabela de classificação.