<
>

Dupla ex-United revela vício em McDonald's de brasileiro que 'poderia ter sido melhor do mundo se fosse profissional'

Aposentado dos gramados desde setembro de 2019, Anderson poderia ter sido o melhor jogador do mundo se não tivesse se descuidado da alimentação. Essa é a opinião do lateral Rafael, que atuou junto com o meio-campista no Manchester United.

"Vou falar uma coisa sobre o Anderson. Se ele fosse mais profissional, poderia ter sido o melhor do mundo", disse Rafael em sua autobiografia com o irmão Fábio.

O problema de Anderson estava justamente na alimentação. De acordo com o lateral revelado pelo Fluminense, Anderson tinha compulsão por McDonald´s e isso acabou interferindo na sua carreira.

"A gente podia estar com a equipe, passar com o ônibus em um posto na estrada e o Anderson, de forma impulsiva, saltava e gritava: 'McDonald's, McDonald's'", contou o jogador do Basaksehir, da Turquia, que continuou:

"Não foi por acaso que sua melhor forma era quando ele tinha muitos jogos, porque era quando ele não conseguia comer tanto. (...) Ele simplesmente amava a vida de uma forma simples e isso, de certa forma era uma qualidade. Foi o que o tornou tão popular".

Revelado pelo Grêmio, ficou no Manchester United de 2017 a 2013. Neste período, o meio-campista realizou 181 partidas e conquistou quatro vezes a Premier League, além de ter sido campeão da Liga dos Campeões.