<
>

Marcinho, do Athletico, faz acordo de indenização para herdeiros de casal morto em atropelamento, diz site

Marcinho, lateral do Athletico-PR, entrou em acordo de indenização para os herdeiros do casal que atropelou e matou, no dia 30 de dezembro de 2020, no Rio de Janeiro, quando ainda defendia o Botafogo. Segundo informações do GE, o jogador pagará R$ 200 mil aos quatro netos das vítimas.

Cada um dos herdeiros do casal de professores Alexandre Silva de Lima e Maria Cristina José Soares receberá R$ 50 mil de indenização, como informou o advogado de Marcinho, Bruno Cardodo Pinto. O acordo corre na vara cível.

O defensor de 25 anos, porém, ainda responde a processo na vara criminal e responderá por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, gravado pela ausência de prestação de socorro ao casal.

A denúncia, feita pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP/RJ), foi aceita no início de maio pelo juiz Rudi Baldi Loewenkron, da 34ª Vara Criminal.

Enquanto isso, Marcinho segue treinando e jogando normalmente pelo Furacão. Na atual temporada, a sua primeira no clube de Curitiba, disputou 10 partidas até o momento - somente quatro delas como titular - e ainda não balançou as redes.