<
>

Cruzeiro: Felipe Conceição não resiste à eliminação na Copa do Brasil e é demitido do clube

play
Presidente do Cruzeiro anuncia demissão de Felipe Conceição e pede desculpas ao torcedor: 'Inadmissível que seja eliminado nessa fase' (1:41)

Sérgio Santos Rodrigues falou após a eliminação do time mineiro para a Juazeirense (1:41)

Felipe Conceição não é mais o treinador do Cruzeiro. O técnico não resistiu à eliminação para a Juazeirense, na terceira fase da Copa do Brasil, e deixa o comando da equipe mineira.

O técnico já vinha pressionado no comando da Raposa. Na Série B em dois jogos, duas derrotas. Na primeira rodada, caiu diante do Confiança, fora de casa.

Já na rodada seguinte, jogando no Mineirão, um jogo eletrizante. Diante do CRB, foi derrotado por 4 a 3 com direito a um golaço de Jean Patrick no fim da partida.

A gota d'água foi a eliminação na Copa do Brasil. Após vitória por 1 a 0 no jogo de ida, o clube mineiro foi derrotado na partida de volta pelo mesmo placar e perdeu nos pênaltis por 3 a 2.

Com isso, além do segundo ano consecutivo caindo na terceira fase, o Cruzeiro deixou de embolsar R$ 2,7 milhões, premiação fundamental para a equipe que vive grave crise financeira.

Felipe Conceição chegou ao clube no início da temporada, após bons trabalhos seguidos na Série B sob o comando do América-MG e do Guarani. Mas, não correspondeu.

Ao todo, esteve à frente da equipe celeste em 19 partidas. Foram oito vitórias, três empates e oito derrotas. No Campeonato Mineiro, caiu nas semifinais para o América-MG. O treinador deixa a equipe na lanterna da Série B.