<
>

Real Madrid, Liverpool, Manchester United ou renovar com PSG: afinal, qual o próximo passo de Mbappé?

Qual o próximo passo da carreira de Kylian Mbappé? Depois que Paris Saint-Germain e Neymar oficializaram a renovação até 2025, muito se fala sobre o futuro do francês. Com todas as conversas em torno de Erling Haaland, do Borussia Dortmund, e seu futuro, aos 22 anos, Mbappé é sem dúvida um talento ainda maior e todos os principais clubes da Europa estão interessados em contratá-lo se ele não renovar seu contrato, que expira em 2022.

Contratado pelo PSG por 180 milhões de euros do Monaco, o campeão mundial de 2018 é o jovem que mostrou classe, qualidade e consistência para despontar como candidato a assumir o posto de "melhor do mundo" de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

Mas, mesmo com o PSG trabalhando horas extras durante meses em um novo contrato – com Mbappé e o diretor esportivo Leonardo declarando repetidamente seu otimismo de que isso vai acontecer –, ele ainda não se concretizou.

Há rumores de que o jovem quer equiparação com Neymar, que tem o maior salário do clube, e que acaba de assinar um contrato de 30 milhões de euros (R$ 190 milhões) por ano, o que poderia ser um ponto de partida para potenciais pretendentes.

Então, quais são as possibilidades para o Mbappé? A ESPN avaliou os possíveis passos que ele pode dar.

Real Madrid

Após o fracasso da Superliga, parece um erro para o Real Madrid oferecer um dos maiores contratos da história do clube a Mbappé, tendo a dificuldade econômica no atual contexto do futebol como principal justificativa para apoiar a nova competição.

No entanto, é pouco provável que isso os impeça, especialmente porque Mbappé parece ser um dos poucos jogadores capazes de “chamar” o dinheiro necessário ao Real Madrid quando o Santiago Bernabéu reformado – completo com turnês e museu – abrir ao público.

Com Karim Benzema, de 33 anos, sendo o único atacante de confiança para o Madrid atualmente, não há dúvida que o técnico Zinedine Zidane poderia usar Mbappé (e o próprio jogador parece querer jogar para Zizou também) O atacante do PSG também poderia se beneficiar da dupla com Benzema e seus conselhos – embora eles nunca tenham tido a oportunidade de ter isso pela seleção da França, já que Karim não é convocado desde 2015.

Entretanto, enquanto o Real Madrid certamente conseguiria encontrar uma maneira de oferecer a Mbappé um salário atraente se ele estivesse no final de seu contrato no fim dessa temporada, é pouco provável que eles fossem capazes de chegar aos 100 milhões de euros (R$ 635 milhões) ou 125 milhões (R$ 800 milhões) de euros para persuadir o PSG a vender o jogador. Seria necessária a venda de gente como Gareth Bale e Eden Hazard, o que no atual momento financeiro poderia ser uma tarefa complicada.

Uma mudança para Madrid parece muito mais provável caso Mbappé simplesmente jogue seu acordo restante com o PSG assine sem custos em 2022.

Liverpool

Após Mbappé ter elogiado no passado o estilo de futebol aplicado por Jürgen Klopp no Liverpool, assim como o clube de modo geral, é legítimo assumir que uma transferência para Anfield estaria próxima do topo da lista se ele pudesse escolher.

Mas, com a dificuldade do Liverpool de ir para a Champions League – além da recente política de transferências da FSG, que oferece poucas garantias de uma onda de gastos num futuro próximo –, apenas o torcedor incrivelmente otimista ainda teria a expectativa de que Mbappé poderia chegar ao fim da temporada.

Embora a ideia frequentemente enraizada de que o atacante do Liverpool, Mohamed Salah, seria enviado ao PSG como parte de um acordo seja uma possibilidade que atrai todas as partes, ainda não convence que o Liverpool quebraria seu recorde de transferências e sua estrutura salarial em uma assinatura de um supercraque, mesmo que eles conseguissem uma vaga na Liga dos Campeões.

Manchester United

Ao contrário dos rumores que saem da maioria dos outros desertores da Superliga, há pouco a sugerir que a austeridade está na agenda do Old Trafford para a janela de verão. Pelo contrário, a família Glazer pode estar com a intenção de conseguir um ou dois nomes de peso, em parte para agradar os torcedores descontentes e em parte para aproveitar o impulso de uma temporada relativamente bem sucedida para fazer bonito na disputa pelo título da Premier League.

O Manchester United está entre os poucos clubes que poderiam satisfazer tanto PSG quanto Mbappé financeiramente, podendo até mesmo justificar (e monetizar) tal investimento de um ponto de vista comercial.

A presença de seu companheiro de seleção, Paul Pogba – que parece mais estabelecido do que jamais esteve em Old Trafford –, certamente não é uma desvantagem. E, apesar dos níveis de desempenho dos jogadores ofensivos do Manchester United terem melhorado ao longo da temporada, ainda há espaço para que um dos melhores atacantes do futebol mundial se junte a seu velho companheiro de equipe Edinson Cavani, assim como os jovens astros Mason Greenwood e Marcus Rashford.

Mas, embora o Manchester United possa ser um forte pretendente por Mbappé, ainda será preciso muita barganha para fazer um acordo com o PSG.

Ficar no PSG

Apesar de todo o interesse, e mesmo com o contrato da Mbappé tendo apenas um ano restante, o PSG não vai deixar sua estrela partir. Considerando sua habilidade impressionante, eles ainda estariam relutantes em aceitar menos que o dobro de seu "valor de mercado" de cerca de 200 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão), mesmo que fosse oferecido.

Portanto, dadas as complexidades de uma negociação, é provável que Mbappé permaneça no PSG - seja assinando um novo contrato de longo prazo, ao final da temporada ou mais tarde ao longo do ano (que pode incluir um acordo que o permita sair, com a benção do clube, dentro de dois ou três anos), ou simplesmente esperando pelo fim de seu vínculo nesta temporada, e partindo com uma transferência sem custos em 2022.

Este último cenário obviamente proporcionaria a Mbappé uma infinidade de opções; seu pai Wilfried pode negociar livremente sem ter que se preocupar com o PSG, o que também poderia colocar o Manchester City no quadro - embora Harry Kane, do Tottenham, e Haaland, do Dortmund, tenham sido mais ligados, enquanto os antecedentes políticos dos dois clubes (eles são de propriedade dos estados rivais do Golfo, Emirados Árabes Unidos e Qatar) tornam um acordo para Mbappé praticamente impossível.

O PSG vai considerar que eles têm um ano para convencer o Mbappé a ficar e ganhar o cobiçado troféu da Champions League, depois de duas temporadas chegando tão perto. Se eles ainda não tiverem feito nenhum progresso até janeiro, poderão começar a pensar em outras opções.

Veredicto

Se Mbappé sair neste verão, o cenário mais provável é que o próprio jogador force uma saída. Mas não se esqueça que ele é parisiense, nascido e criado, e que agora está muito mais feliz no clube com o novo técnico Mauricio Pochettino do que com Thomas Tuchel, seu antecessor.

Um pretendente teria que convencer Mbappé sobre seu incrível projeto esportivo, oferecer um grande salário e uma taxa de transferência para que o negócio desse certo, e é possível que o Real Madrid seja sua única opção neste caso.

Mesmo assim, nestes tempos incertos, é improvável que Mbappé saia na janela de verão. O que apenas torna 2022 ainda mais importante.