<
>

Galhardo escolhe quem joga mais bonito no Brasil e exalta Flamengo: 'Se um está mal, tem 5 para resolver'

Thiago Galhardo desfilou seus conhecimentos sobre futebol brasileiro nesta quinta-feira (6), em entrevista exclusiva ao programa Futebol Na Veia, da ESPN Brasil. Entre algumas boas respostas, o atacante do Internacional foi desafiado a escolher quem joga mais bonito no país.

Para o camisa 17 do Colorado, três times merecem destaque: o próprio Inter, o São Paulo e principalmente o Flamengo. Os maiores elogios, aliás, foram reservados ao time carioca, atual bicampeão brasileiro, carioca e da Supercopa do Brasil.

"Numa totalidade, o Flamengo joga muito bonito. A parte ofensiva, não menosprezando a defensiva, é muito forte. Ter Everton Ribeiro, Bruno Henrique, Arrascaeta, Gabigol, Pedro, Michael voltando a ter grandes atuações, Vitinho. Se um está mal, tem mais quatro, cinco para resolverem", disse Galhardo.

"Tem banco de luxo. Ver esse sexteto, Gerson que joga de terno, comanda o meio-campo, o melhor volante na atualidade do futebol brasileiro. Joga para frente, joga bonito", complementou o atacante, para depois falar de Inter e São Paulo.

"Hoje, nós estamos jogando um futebol muito bonito. De construir, laterais por dentro, os zagueiros jogam. O São Paulo tem feito bons jogos, tenho assistido. E o Inter também. Tem feito quatro, cinco, seis gols por jogo. Difícil não é fazer o gol, é criar oportunidades".

Em relação ao favoritismo na Conmebol Libertadores, Galhardo preferiu não escolher um único destaque e citou as principais forças de todos os brasileiros envolvidos na disputa. Ao mesmo tempo, apontou Flamengo e Palmeiras, os dois times mais bem-sucedidos dos últimos anos, como "times a serem batidos".

"Flamengo e Palmeiras estão com conjunto há mais tempo, a questão salarial. São jogadores de seleção. Gabigol, Bruno Henrique, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gerson. Palmeiras tem Luiz Adriano, Rony, Veiga, Weverton é da seleção. Um é bicampeão brasileiro e da Libertadores, o outro é da Libertadores e da Copa do Brasil. São os times a serem batidos sim", afirmou.

"O Inter tem um time remanescente, o Taison chega para nos dar outro patamar. Tem o próprio Palacios. Jogadores voltando de lesão, Saravia, Boschilia, Guerrero. O Atlético-MG tem o Hulk, que está fazendo gol desembestado", continuou.

"O Santos não precisa nem falar, tem o Marinho voando, tiveram a perda do Soteldo, mas é um time que vai brigar pela classificação. E o São Paulo, que vem jogando um futebol muito bonito. Vejo os brasileiros muito fortes nessa briga. Na hora que começa o mata-mata, por mais que Palmeiras e Flamengo estejam um pouco a frente, fica tudo igual".