<
>

Cruzeiro: Thiago Neves detona Ceni e revela bastidores de treta feia do treinador que fez estrela chorar: 'Chegou dando porrada em todo mundo'

play
Quiz: Rodrigo Caio conhece a história do Flamengo na Libertadores? (2:57)

Maior artilheiro, número de participações, mais jovem a marcar e mais: veja como o zagueiro rubro-negro se saiu no novo game do ESPN.com.br! (2:57)

O Cruzeiro foi rebaixado em 2019 durante uma temporada turbulenta, marcada pela crise financeira e a troca constante de técnicos. Um dos deles foi Rogério Ceni, que não teve boa relação com o elenco e que, segundo Thiago Neves, fez até um jogador do clube chorar no vestiário.

Atualmente no Sport, o meia contou detalhes da briga que teve com o atual treinador do Flamengo e toda a polêmica envolvendo a chegada de Rogério Ceni à Toca da Raposa. De acordo com Thiago Neves, em entrevista ao canal Pilhado, o treinador chegou ‘dando porrada em todo mundo’, criticando a idade dos atletas e que tirou até mesmo Dedé do sério.

"A gente pediu o Rogério no Cruzeiro. Mas a chegada não foi boa. Ele chegou dando porrada em todo mundo na primeira reunião. Foi perguntando a idade, falando que nosso time era velho para o jeito que queria jogar. Mas a gente foi bicampeão estadual e da Copa do Brasil. Calma aí, né? Pode chegar, mas chega devagar, vai respeitando, só tem campeão no time. Dedé começou a chorar, nunca vi ele tão nervoso. Ali rachou. O Itair falou: 'ele não treina mais o Cruzeiro'”, disparou Thiago, que seguiu completando.

"O Fábio foi claro e disse: ‘Rogério, a gente está de braços abertos, pode botar quem quiser, mas seja justo. Não vai pela experiência de ninguém, nem pela idade. Seja justo’. (Ceni) Teve problema comigo, no primeiro jogo dele, na Copa do Brasil, a derrota por 3 a 0 para o Internacional. Eu falei, mexeu quatro peças, tirou o Edilson e improvisou o Jadson, me botou de falso 9. Falei no campo que não deveria ter mexido tanto. Foi um erro ter falado", completou.

play
2:57

Quiz: Rodrigo Caio conhece a história do Flamengo na Libertadores?

Maior artilheiro, número de participações, mais jovem a marcar e mais: veja como o zagueiro rubro-negro se saiu no novo game do ESPN.com.br!

Sobre a sua briga com Ceni, Thiago Neves admitiu que o problema se externou. E os dois evitaram até mesmo contato diário durante os treinos. Segundo o meia, Rogério ‘deu azar’ que a briga com Dedé foi presenciada pela direção. Para Thiago, faltou respeito ao zagueiro.

"Ele levou para o lado pessoal comigo. Foi só esse problema, nunca mais tive problema, não falava com ele, ele não falava comigo. Ele chegava e eu saía para evitar. O problema maior foi o Dedé, faltou com respeito na oração. Azar dele que a diretoria estava na roda. Ele chegou com ego avançado, se achando demais, que o estilo de jogo era esse. Não deu certo, por isso aconteceu aquilo tudo. Nunca o grupo se fechou para derrubar o Rogério. A gente sempre falava: 'Deixa ele botar a molecada, é o dele que está na reta. O problema é dele'.

"A gente tinha perdido para o Ceará, todo mundo quietinho. O Dedé pediu para falar, me defendeu, defendeu o Edílson, todo mundo que o Rogério não estava usando. Ele deixou claro: ‘Rogério, não precisa ser amigo do Thiago. Só precisa se respeitar. Mas uma coisa te garanto, a gente precisa deles’. Aí ele (Ceni) falou: ‘Dedé, quando você terminar o que tem para falar me chama’. Saiu sozinho. O Itair viu, o presidente viu. O Dedé começou a chorar, o Fábio ficou revoltadíssimo. Não pode fazer uma coisa dessa”, finalizou.