<
>

Jesus ataca jogador adversário após goleada do Benfica: 'O que ele fez não é atitude de um profissional'

O Benfica de Jorge Jesus conseguiu uma importante goleada por 5 a 0 sobre o Paços de Ferreira neste sábado (10) e chegaram a sete vitórias seguidas na temporada. Ainda assim, o técnico Jorge Jesus saiu na bronca após a partida.

Durante sua entrevista coletiva, o treinador dos Encarnados fez duras críticas ao jogador rival Stephen Eustáquio, expulso da partida aos 22 minutos do primeiro tempo, afirmando que sua atitude não foi profissional e que ele deveria ser multado.

“O Paços ter menos um jogador contribuiu para que o jogo do Benfica se tornasse mais fácil, mas foi uma boa expulsão. Aliás se fosse treinador ou presidente do Paços de Ferreira multava o Eustáquio, porque prejudicou a equipe dele. O que ele fez não é de um profissional de futebol, teve a nítida intenção de machucar o Julian Weigl”, disse.

O árbitro da partida, Hugo Miguel, também foi alvo de críticas do comandante português, que lembrou de uma possível penalidade não marcada para o Benfica.

“Houve mais uma grande penalidade sobre o Luca (Waldshmidt) que não foi assinalada. Não falo de arbitragem, mas como ganhamos de 5 a 0. É a terceira vez que este árbitro não assinala um pênalti a nosso favor”, apontou.

Por fim, Jesus ainda revelou a orientação por buscar a goleada dada a seus jogadores no intervalo e elogiou o goleiro Jordi, ex-Vasco, por ter impedido que mais gols fossem marcados.

“Se está 11 contra 11 e está ganhando por 3 a 0, você controla mais o resultado, mas como tenho mais um jogador, o risco compensa. Foi o que passei no intervalo à equipe, tínhamos de procurar mais gols. Dou os parabéns ao goleiro do Paços, que fez grandes defesas e tirou-nos vários gols”, finalizou.