<
>

Chelsea: Gullit diz que foi demitido por abusar de festas na Holanda e desmente clube: 'Fiquei atônito'

Lenda do futebol holandês, Ruud Gullit não teve uma passagem muito memorável pelo Chelsea, o último clube que defendeu na carreira, entre 1995 e 1998, apesar de quebrar um jejum de 26 anos sem título da equipe.

Em entrevista à TV beIN SPORTS, o ex-meio-campo desmentiu o clube inglês, onde ele atuou também como técnico ao mesmo tempo em que jogava, nos seus dois últimos anos de carreira. Segundo Gullit, o Chelsea erradamente achou que ele estava curtindo muitas festas na Holanda.

"Eu descobri mais tarde a razão pela qual fui mandado embora. Eu não entendia na época", disse o holandês.

"Minha mãe estava doente, ela tinha câncer de mama. Eu foi para a Holanda para ficar ao lado dela. Se você vê sua mãe em um hospital, especialmente câncer, é triste. Foi uma experiência incrível estar lá e eu queria que ela saísse o mais cedo possível porque é depressivo", completou.

"Então eu passei muito tempo com ela na Holanda. Eles disseram que eu fui demitido porque eu estava em Amsterdã festejando muito, mas não foi isso. Eu fiquei atônito. Eu fui esfaqueado nas costas de uma forma inacreditável", finalizou.