<
>

Juventus: polícia interrompe festa ilegal de meia do clube italiano em que Arthur e Dybala estavam presentes

Há menos de um ano na Juventus, o meia brasileiro Arthur se envolveu em polêmica na última quarta-feira (1). Junto com o astro Paulo Dybala, o volante esteve presente na festa ilegal do meia Weston McKennie.

Contando com cerca de 20 pessoas, segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o evento foi interrompido pela polícia italiana. Segundo o veículo, a festa foi denunciada, provavelmente, por um vizinho do meia norte-americano.

Por conta da pandemia da COVID-19, festas estão proibidas na Itália. Por conta da aglomeração, os presentes no evento foram multados.

A festa ocorreu em um momento em que o país europeu volta a ter aumento no número de casos de coronavírus. Além disso, a Juventus também apresentou nos últimos dias infectados.

Os últimos nomes que testaram positivo foram os zagueiros Demiral e Bonucci. Assim, é provável que, além das multas da polícia, Arthur, Dybala e McKennie sofram punições da Velha Senhora.

O meia-atacante argentino não atua desde janeiro por conta de uma lesão e havia sido relacionado para o clássico contra o Torino. No entanto, a tendência é que, por conta do episódio, fique de fora.

A equipe de Turim também não atravessa bom momento na temporada. Os comandados por Andrea Pirlo foram eliminados nas oitavas de final da Uefa Champions League para o Porto e estão 10 pontos atrás da líder e rival Inter de Milão no Campeonato Italiano.

O clássico entre Torino e Juventus será disputado no próximo sábado (3), às 13h, no Estádio Olímpico Grande Torino. Os mandantes estão em 17º, uma posição acima da zona de rebaixamento, com 23 pontos. Já a Juve está em 4º, com 55.