<
>

Bola de Lata: 'seleção' dos piores do Brasileirão tem domínio de Vasco e Botafogo e até badalado reforço internacional

Enquanto o Flamengo ganhou o bicampeonato do Brasileirão e também foi o time com mais representantes no Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet de 2020, dois de seus rivais vivem situação oposta. Botafogo e Vasco acabaram rebaixados e, seguindo os mesmos critérios do prêmio, dominaram a “Bola de Lata”, uma “seleção” com os donos das piores médias de pontuação da temporada (somando estatísticas e notas de cada partida).

Lembrando: para aparecer na lista, assim como para ganhar a Bola de Prata, o atleta precisou ter atuado, no mínimo, 19 vezes no Brasileiro.

VEJA COMO FICOU A SELEÇÃO DO BOLA DE PRATA

Lanterna, o Botafogo é o time com mais jogadores na “seleção Bola de Lata”. São três: o goleiro Diego Cavalieri, o lateral Kelvin e até o atacante marfinense Kalou, que chegou ao clube como um badalado reforço internacional.

O rival Vasco ficou com dois representantes: o volante Marcos Júnior e o meia Carlinhos.

Quem também teve dois jogadores foi o Sport: o lateral Sander o atacante Hernane Brocador. O torcedor pernambucano, porém, está feliz da vida com o rebaixamento evitado.

A equipe Bola de Lata fica escalada com: Diego Cavalieri (Botafogo); Sander (Sport), Oliveira (Atlético-GO), Juninho (Bahia) e Kelvin (Botafogo); Marcos Júnior (Vasco), Breno (Goiás), Carlinhos (Vasco) e Matheus Bueno (Coritiba); Kalou (Botafogo) e Hernane (Sport).