<
>

Vasco recebe áudio e vídeo do VAR, vê 'impedimento incontestável' em gol do Inter e cobra impugnação

O Vasco informou que recebeu na última terça-feira (23) o material de áudio e vídeo do VAR na polêmica derrota contra o Internacional, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último dia 14. O clube afirma ter constatado “impedimento incontestável” no gol que abriu o placar.

A polêmica, na derrota por 2 a 0 da equipe carioca em São Januário, aconteceu porque o gol de Rodrigo Dourado, supostamente ilegal, não pôde ser checado corretamente pelo árbitro de vídeo em virtude de uma “descalibragem” no aparelho causada por inferência do Sol em São Januário.

O Vasco acionou a CBF e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar a anulação da partida.

É uma das últimas esperanças da equipe para tentar evitar o rebaixamento à Série B – o time ainda entra em campo nesta quinta-feira (25), contra o Goiás, e precisa de um milagre: vencer seu jogo, torcer para o Fortaleza, seu rival na luta contra a queda, perder do Fluminense e ainda tirar uma diferença de oito gols no saldo (hoje, o time carioca tem -20 ante -8 dos cearenses).

A equipe carioca é a 17a colocada, a primeira na zona da degola, com 38 pontos contra 41 do adversário nordestino - clique aqui e veja a classificação completa do Brasileiro.

Leia abaixo, na íntegra, o comunicado divulgado pelo Vasco:

O Club de Regatas Vasco da Gama confirma que recebeu, na noite desta terça-feira (23), material de áudio e vídeo do VAR referente à partida Vasco da Gama x Internacional, realizada no dia 14/02/2021, válida pela 36ª rodada do campeonato brasileiro de futebol.

O conteúdo audiovisual foi analisado pelos departamentos de Futebol, Jurídico e de Tecnologia do Clube. As imagens mostram de maneira incontestável a posição de impedimento do jogador Dourado do Internacional no lance em questão, prejudicando o Vasco da Gama de forma irreparável na partida. Mais ainda, mostra que as linhas do VAR foram aplicadas e confirmaram o impedimento, reconhecido inicialmente pelo árbitro de vídeo, que, em seguida, de maneira açodada e temerária, confirma o gol ilegal do Internacional.

Esse material fático e probatório será utilizado na manifestação jurídica do Vasco a ser entregue nesta quinta-feira (25/02) ao STJD, provando de maneira clara e objetiva o erro de direito contra o Vasco, cujo resultado não pode ser outro, além da impugnação da partida.

Na sua manifestação junto ao STJD hoje o Clube reforçará a solicitação do conteúdo do VAR anterior ao apito inicial (pré-jogo) que até o momento não foi disponibilizado.