<
>

Morre a mãe de Ronaldinho Gaúcho: mundo do esporte se solidariza e deseja força ao craque

play
Ronaldinho, Eto'o, Messi, Iniesta e mais: o Barcelona que enfiou 6x0 no Atlético de Madrid (0:54)

Em 2006, o time catalão não tomou conhecimento da equipe de Madri (0:54)

A mãe de Ronaldinho Gaúcho, Miguelina Elói de Assis dos Santos, morreu neste sábado em decorrência de complicações da COVID-19. O falecimento de 'Dona Miguelina', como era conhecida, causou comoção no mundo do esporte, que se manifestou em solidariedade.

Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG e mandatário do clube na época da conquista da Libertadores de 2013, foi um dos primeiros a ir para as redes sociais e desejar força ao craque.

“Ronaldinho, meu filho, eu sei o que é perder uma mãe. Meus sentimentos nesse momento tão difícil”, escreveu o atual prefeito de Belo Horizonte.

O Atlético-MG também se manifestou nas redes sociais.

“A Família Atleticana está de luto e compartilha com seu ídolo o momento de dor. Que Deus a receba de braços abertos e conforte o coração do nosso eterno craque”, escreveu o clube.

Berço do jogador, o Grêmio foi outro a mandar seus sentimentos.

“Nossos sentimentos à família Assis Moreira pelo falecimento de Dona Miguelina. Que família e amigos encontrem conforto neste momento de dor”, compartilhou o clube.

Veja outras manifestações de apoio a Ronaldinho Gaúcho: