<
>

Brasileirão: Internacional arranca virada heroica, vence o Grêmio no Beira-Rio, quebra tabu no Gre-Nal e abre vantagem na liderança

Internacional e Grêmio protagonizaram um Gre-Nal, o 429, emocionante, com polêmica e só decidido com um pênalti nos acréscimos no Beira-Rio, neste domingo (24), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Melhor para o time colorado, que venceu por 2 a 1 em uma virada histórica com gols aos 45 e aos 52 do segundo tempo que valeu mais folga na liderança e o fim de um tabu no clássico que já durava incríveis 11 partidas.

Com o resultado, os comandados de Abel Braga chegaram aos 62 pontos e agora ampliam para quatro a vantagem sobre o São Paulo, segundo colocado com 58 e que só empatou com o Coritiba por 1 a 1 no sábado (23).

O time tricolor de Renato Gaúcho, que está na final da Copa do Brasil, é apenas o sexto na disputa nacional, com 51 - veja a classificação atualizada.

Inter dominou primeiro tempo

O primeiro tempo começou com uma chance do Inter logo aos dois minutos. Rodrigo Dourado recebeu cobrança de lateral e tocou para Praxedes. O meia finalizou no meio do gol e Vanderlei espalmou.

Após os dez minutos iniciais, o Grêmio igualou na posse de bola e o jogo ficou mais equilibrado, sem grandes chances. Aos 28, em saída rápida ao ataque, Edenilson escapou pela direita e rolou para Yuri Alberto. O atacante girou para cima de Geromel e finalizou. Mas o defensor tricolor se recuperou e travou o chute.

A chegada mais perigosa do primeiro tempo também foi do Colorado. Aos 34 minutos, Praxedes recebeu e serviu Yuri Alberto. O centroavante chegou batendo, Vanderlei chegou a tocar na bola e o chute bateu no travessão, antes de sair.

O Grêmio teve uma baixa aos 38 minutos. Pedro Geromel torceu um dos pés após tentar dominar a bola, caiu no gramado e saiu chorando. O capitão tricolor foi substituído por Rodrigues.

Grêmio evolui e sai na frente

Aos sete minutos, o Internacional perdeu uma chance clara para abrir o placar. Yuri Alberto fez boa jogada pela esquerda e bateu para o meio da área. Peglow, embaixo do gol, bateu por cima.

Dois minutos depois, nova chance para o Inter. Edenilson arriscou de longe, a bola desviou e passou à direita da meta de Vanderlei.

A primeira chance do Grêmio foi aos 10. Lucas Silva recebeu, finalizou de longe e a bola saiu à direita de Marcelo Lomba sem muito perigo.

Aos 19, Diego Souza tabelou com Pepê e deu uma 'chicotada' na bola. Marcelo Lomba tocou nela, que foi sair pela lateral, no outro lado.

Em contra-ataque, Diego Souza recebeu de Jean Pyerre, invadiu a área e deu um toque de cobertura, de esquerda. Mas a bola saiu ao lado da meta de Lomba.

Aos 29, Victor Ferraz cruzou na cabeça de Diego Souza, que cabeceou e viu a bola sair tirando tinta da trave.

Mas um minuto depois, saiu o gol tricolor. Em contra-ataque, Diogo Barbosa achou Diego Souza que, de primeira, deixou para Jean Pyerre. O meia chegou chapando e abriu o placar.

Reação, polêmica e virada épica

O Internacional não desistiu e buscou o empate já aos 45. Após cruzamento de Victor Cuesta, Abel Hernández, que saiu do banco de reservs, apareceu sozinho na segunda trave para marcar de cabeça.

Aos 29, o juiz Luiz Flávio de Oliveira viu pênalti em toque de mão de Kannemann na área. Os jogadores do Grêmio reclamaram bastante, a ponto de Diego Souza tomar o cartão amarelo.

Não adiantou, o VAR confirmou a infração e sequer chamou o árbitro de campo à cabine. Para a analista de arbitragem da ESPN Brasil Renata Ruel, a marcação foi equivocada:

"O braço estava em posição natural, sem ampliar o espaço corporal, quando a bola chega, o jogador até tenta tirar o braço, além da bola chegar em velocidade alta e uma distância curta. A não ser que o VAR tenha uma imagem que mostre algo diferente, eu não marcaria a penalidade", disse ela.

Aos 52, Edenílson bateu, deslocou o goleiro Vanderlei, deu a vitória ao time colorado e pôs fim ao tabu de 11 jogos sem vitória no Gre-Nal. E ainda fez o clube abrir quatro pontos na liderança do Brasileiro.

Ficha técnica

Internacional 2 x 1 Grêmio

GOLS: Abel Hernández e Edenílson (Internacional); Jean Pyerre (Grêmio)

INTERNACIONAL: Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés (Uendel); Rodrigo Dourado Nonato), Peglow (Maurício), Edenilson, Praxedes (Marcos Guilherme) e Patrick (Abel Hernández); Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel (Rodrigues), Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Maicon), Alisson (Luiz Fernando), Jean Pyerre (Pinares), Matheus Henrique e Pepê (Ferreira); Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho

Estatísticas

Internacional tem agora invencibilidade de 8 partidas

Grêmio perdeu uma invencibilidade de 9 jogos

Grêmio perdeu invencibilidade no Gre-Nal de 11 partidas

Edenílson havia marcado o gol da última vitória colorada, em 2018


Classificação

- Internacional: 1º colocado, com 62 pontos
- Grêmio: 6º colocado, com 51 pontos


Próximos jogos

Veja quando as equipes voltam a campo, pelo Brasileiro:

*horário de Brasília