<
>

Guardiola chega aos 50 anos com mais títulos que lendas da Europa e do Brasil com a mesma idade; compare

play
Em meio aos carrões do elenco, Guardiola chega com carro 'simples' e batido para jogo do Manchester City (0:24)

Treinador espanhol foi 'flagrado' por João Castelo Branco antes da partida contra o Arsenal (0:24)

O catalão Pep Guardiola completa 50 anos nesta segunda-feira (18), data emblemática para qualquer ocasião e que ajuda a medir o tamanho que o catalão já alcançou na história do futebol como treinador.

São 30 títulos oficiais desde que ele comandou seu primeiro time, o Barcelona B, em 21 de junho de 2007, com 711 partidas, 516 vitórias, 113 empates e apenas 82 derrotas. Aproveitamento de 77,8%.

Jamais deixou um clube sem títulos, tendo no currículo duas Champions League e três edições do Mundial de Clubes, além de taças de LaLiga (três edições), Bundesliga (três edições) e Premier League (duas edições).

A quantia de conquistas o coloca com folga à frente de nomes como o português José Mourinho, hoje no Tottenham e possivelmente seu grande rival entre os treinadores, que soma, aos 57 anos, 25 torneios como campeão.

Mesmo o italiano Carlo Ancelotti ou o holandês Louis van Gaal, reconhecidos por terem formado grandes esquadrões e inspirado algo em Guardiola, têm menos títulos: 20 taças para cada um.

O holandês Johan Cruyff, a maior fonte de conhecimento de Guardiola, está bem distante: 14 taças. Ele nem sequer estava em atividade aos 50 anos, tendo quebrado a aposentadoria após 13 anos (período em que foi comentarista), para treinar a Catalunha, em 2009

Dos nomes em evidência atualmente, Guardiola também deixa Jürgen Klopp, do rival Liverpool, e Antonio Conte, da Inter de Milão, para trás. Aos 53 anos, o primeiro tem nove taças. O segundo, que é dois anos mais velho que o catalão, tem apenas oito.

play
0:24

Em meio aos carrões do elenco, Guardiola chega com carro 'simples' e batido para jogo do Manchester City

Treinador espanhol foi 'flagrado' por João Castelo Branco antes da partida contra o Arsenal

Hoje no Benfica e nome muito mais midiático do que anos atrás, o português Jorge Jesus, que veio ao Brasil no ano passado e empilhou taças pelo Flamengo, também está distante. Aos 50 anos, não tinha nenhum título. Hoje, aos 66, tem 19.

Para efeito de comparação, pegando três brasileiros que alcançaram notoriedade nos últimos 30 anos no futebol, a distância é igualmente significativa. Luiz Felipe Scolari, 72, tem 27 títulos oficiais. Vanderlei Luxemburgo, 68, tem 25, e Tite, 59, conquistou 15.

Mas Guardiola não está acima de todos. Há um nome que criou uma trilha de vitórias que é difícil de ser superada: o escocês Alex Ferguson, ídolo no Manchester United. Aos 50 anos, em 1991, ele tinha 16 conquistas. Ao se aposentar, ostentava 50 títulos.

Em busca de mais taças

Guardiola chega a meio século de vida na temporada mais estranha desde que iniciou uma era vitoriosa no Barcelona em 2008. Mesmo na segunda colocação na Premier League, na final da Copa da Liga Inglesa, na quarta fase da Copa da Inglaterra e nas oitavas da Champions League, o trabalho dele foi questionado, com sinais evidentes de desgaste no Manchester City.

Até assinar a renovação contratual, algo consumado apenas em novembro e que ampliou o vínculo atual até 2023, Guardiola conviveu com boatos de que sairia do clube inglês. Questionamentos ao trabalho e ao desempenho do time estavam em pauta.

play
1:22

Premier League estuda acabar com abraços, mas Rodgers e Guardiola avisam: 'É uma reação natural'

Com o aumento de casos de COVID-19, a organização do Campeonato Inglês já estuda possibilidades de frear o contágio.

É um cenário que fez lembrar um pouco a última temporada dele pelo Bayern de Munique, quando também havia sinais de desgaste na relação com a diretoria, com os jogadores e até com a imprensa.

De qualquer forma, o que ele construiu até aqui é digno de aplausos. Nenhum um dos grandes técnicos do futebol tinha tantos títulos na elite mundial como ele tem aos 50 anos. Vale lembrar: são 30 (e nem estamos somando os 17 que obteve como jogador).

E, para quem dúvida do tamanho do currículo deste homem, veja abaixo como outros grandes treinadores estavam ao completar 50 anos, quem treinavam e quantos títulos tinham celebrado então. Você dúvida que Guardiola pode mais?