<
>

River Plate: Gallardo decidirá no fim de janeiro se fica ou sai; jogadores são assediados por times da Europa

O técnico do River Plate, Marcelo Gallardo, irá aguardar até o final de janeiro para decidir se segue ou sai do clube argentino.

Sua decisão, aliás, será em boa parte baseada no fato do time conseguir segurar (ou não) vários nomes importantes do elenco.

As informações são de Javier Gil Navarro, repórter setorista do River na ESPN Argentina.

Nas próximas semanas, o clube de Buenos Aires pode perder diversos atletas muito importantes, o que poderia pesar contra a permanência de Gallardo.

Nomes como o meia De La Cruz e o atacante Santos Borré estão com contratos próximos do fim, e os vínculos ainda não foram renovados. Os dois interessam ao futebol europeu.

Já outros destaques do plantel, como os meio-campistas Enzo Pérez e Nacho Fernández, e ainda o lateral Gonzalo Montiel, são constantemente assediados por clubes da Europa e podem sair em breve.

Em sua coletiva depois da vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras, na última terça-feira (12), pela Conmebol Libertadores, Pérez disse que "não sabia" se essa havia sido sua última partida pelo River.

Já Fernández foi flagrado chorando muito abraçado a Marcelo Gallardo após a eliminação no Allianz Parque, num indicativo de que pode ter feito sua despedida.

Em todo caso, o treinador tem contrato até o final de 2021 e, inicialmente, deve comandar ao menos a pré-temporada alvirrubra.

Ele está à frente do elenco desde 2014, tendo conquistado vários títulos pelo River, como duas Libertadores, uma Sul-Americana, três Recopas, três Copas Argentinas e uma Copa Suruga Bank.

Após a queda para o Verdão, porém, a temporada 2020/21 foi encerrada para os Millonarios, já que o clube também caiu no Campeonato Argentino.