<
>

Cristiano Ronaldo, Guardiola e mais: veja premiação que escolheu os melhores do século no futebol

play
Gabriel Jesus se diverte ao lembrar primeiro papo com Fernandinho, elogia o 'craque' e brinca: 'Eu sei o futuro dele' (2:19)

'O Fernandinho me ajudou bastante', contou o atacante do City (2:19)

O domingo de futebol foi marcado pelo anúncio dos vencedores do Globe Soccer Awards, em Dubai, com a escolha dos melhores jogadores, treinadores e outros membros do mundo da bola no ano e no século.

O vencedor de melhor jogador do ano foi o atacante Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, repetindo o feito do prêmio concedido pela Fifa no último dia 17 de dezembro.

Na escolha do treinador, diferentemente da entidade máxima do esporte, que elegeu Klopp, Hansi Flick, vencedor de todos os títulos que disputou com o Bayern de Munique, foi o vencedor.

A eleição, que está em sua 11° edição, resolveu aproveitar para eleger, também, os melhores do século. No maior prêmio, derrotando nomes como Messi, Ronaldinho Gaúcho e outros, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor atleta.

“Obrigado a vocês, a todos os que votaram em mim, à minha família, à minha mãe e às minhas irmãs. Estar nomeado ao lado de grandes futebolistas é uma honra para mim. Estou muito orgulhoso e feliz. Isto me dá motivação para continuar. Ainda estou apto e em forma para jogar mais alguns anos”, disse o português.

Entre os treinadores, o eleito foi Pep Guardiola, superando Mourinho, Zidane e Sir Alex Ferguson. Jorge Mendes foi escolhido melhor empresário e o Real Madrid levou a escolha de maior time do século.

A premiação em Dubai contou com a presença de alguns vencedores, empresários do futebol, membros do governo dos Emirados Árabes e, até mesmo, o presidente da Fifa, Gianni Infantino. No palco, não houve prática do distanciamento social ou uso de máscara pelos integrantes.