<
>

Champions: brasileiro aponta o que Shakhtar precisa para superar o Real Madrid pela segunda vez e evitar eliminação

O Shakhtar Donetsk tem missão dura nesta terça-feira (1°). Depois de surpreendente vitória na estreia contra o Real Madrid, o time reencontra os merengues precisando da vitória para conseguir uma classificação para o mata-mata da Champions League.

Em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br, o brasileiro naturalizado ucraniano Júnior Moraes falou sobre a expectativa para o confronto e a necessidade de uma vitória, apontando como o time precisa atuar para sair com os três pontos.

“O nosso grupo foi classificado como o mais equilibrado da Champions League, junto com mais um, pelo nível dos quatro clubes. Está tudo embolado. Hoje, o líder é o Borussia Monchengladbach, que veio do quarto pote, na teoria, a quarta força. Então, você vê que na Champions League não tem moleza”, avaliou.

“Expectativa é fazer de tudo, amanhã é uma final para a gente. Se a gente conseguir uma vitória, está muito próximo de conseguir uma vaga na próxima fase. E a gente sabe que uma derrota deixa a gente fora. Amanhã, vai ter que ter superação, vamos ter que ser muito fortes psicologicamente, porque vai ser uma vitória muito difícil. Mas eu acredito, porque a gente vem com muita força, muito talento, os meninos vêm com muita ambição de querer mostrar seu futebol”, refletiu.

Fora do primeiro jogo por ter testado positivo para coronavírus, o atacante lamentou o fato, mas parabenizou os meninos e ainda disse como foi sua celebração, ao lado do filho.

“Tem que dar parabéns para os meninos, porque, realmente, foi uma vitória histórica contra o Real Madrid, fora de casa. Eu estava de fora, peguei o COVID, situação difícil, porque não sabe o quanto vai afetar, quanto tempo vai voltar a treinar, jogar, se vai ficar tudo bem, isso abala um pouco. Mas eu fiquei muito feliz. Estava assistindo de casa com o meu filho, cada gol do Shakhtar a gente gritava, vibrava. Porque deu muito orgulho de ver o time fazendo esse resultado na casa do Real Madrid”, afirmou.

Nas últimas duas partidas do grupo, porém, o Shakhtar saiu goleado pelo Borussia Mönchengladbach. Moraes afirmou que a derrota está entalada na garganta do elenco, que quer mostrar sua superação no jogo desta terça.

“Foi difícil assimilar essas duas derrotas, quando você vem de uma vitória contra o Real Madrid, fora de casa, e um empate com a Inter. Nosso time está bem incomodado com esses resultados e queremos fazer o máximo para ter uma recuperação o mais rápido possível, e não tem reação mais positiva que um resultado bom contra o Real Madrid”, finalizou.