<
>

Mantuan só subiu e ganhou chances no Corinthians após interesse de 2 clubes europeus, diz Nicola

Há 26 dias, Gustavo Mantuan, 19, foi titular pelo Corinthians pela primeira vez, encarando logo de cara o Santos, na NeoQuímica Arena, pelo Campeonato Brasileiro. Antes, ele somava apenas quatro jogos, sempre entrando no segundo tempo, totalizando 53 minutos em campo. Como titular, o garoto disse na época que a sensação foi inexplicável. Mas ela teve um motivo.

Segundo o jornalista da ESPN Brasil Jorge Nicola publicou em seu blog no portal Yahoo! nesta segunda-feira (2) a promoção do jovem da base ocorreu por causa do interesse de dois clubes da Europa.

Mantuan era da base até o inicio de setembro, quando foi promovido por Dyego Coelho e acabou tendo a primeira chance de jogar profissionalmente no dia 23 daquele mês, quando atuou os seis minutos finais do duelo contra o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife.

Nicola diz que o garoto subiu depois de receber duas propostas da Itália. A primeira teria sido do Torino, que queria um empréstimo, com opção de compra. A outra seria do Lecce, que estava disposto a pagar 2 milhões de euros (R$ 13,8 milhões) mais bônus.

A direção corintiana decidiu não vender, e o departamento de futebol avaliou que era hora do garoto passar a integrar o elenco profissional. Ele subiu com outros quatro jovens da base e já somou sete jogos com a camsa alvinegro, tendo um gol, justamente na vitória sobre o Vasco por 2 a 1, em São Januário, sua última partida no grupo principal, em 21 de outubro.

Mantuan tem sido convocado para a seleção brasileira sub-20 e na última semana, em um jogo amistoso contra o sub-23 corintiano, e, Itu, ele acabou rompendo o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Deve ficar afastado de seis a oito meses.

A lesão e a longa recuperação foram um banho de água fria na torcida, que esperava ver o jovem mais vezes no time profissional.