<
>

Jesus se irrita com brasileiro após substituição no Benfica e ironiza pergunta: 'Se quiser fazer um filme...'

play
Jorge Jesus diz que tirou brasileiro que 'correu demais' pelo Benfica: 'Você está ganhando de 2 a 0, não perdendo' (2:03)

Mister também disse que jogadores que reclamam de substituições 'tem os dias contados' com ele (2:03)

Após a vitória do Benfica sobre o Standard Liège por 3 a 0, em duelo pela fase de grupos da Europa League, Jorge Jesus se deparou com uma situação conflituosa. Um jornalista perguntou ao técnico se ele teve de repreender o meio-campista brasileiro Gabriel por aparente insatisfação ao ser substituído. Irritado com a questão, o comandante português disse o que aconteceu.

“Para já, não há nenhum jogador que goste de ser substituído, mas ele não expressou nada. Eu é que fui direto a ele e disse: ‘Tu estás a ganhar dois a zero, não estás a perder para vires a correr assim tão rápido'”, disse Jesus, admitindo que reclamou pela falta de “cera” do brasileiro.

Na resposta, o português ainda ironizou o jornalista que viu “polêmica” quando Jesus deu uma bronca em Gabriel assim que o brasileiro se aproximou do banco de reservas.

“Além disso, comigo --mas não foi o caso-- esses jogadores que se expressam numa situação dessas não têm hipóteses nenhumas de trabalharem comigo. Eles sabem perfeitamente como é que sou. Agora, se [você] quiser fazer um filme [com esse tema], faça um filme a sua maneira. Isso [ganhar tempo fazendo cera] faz parte do jogo e do futebol”, disse.

Antes de concluir a resposta e permitir uma nova pergunta, Jesus fez questão de insistir que não houve reclamação pela substituição e deu um recado para o elenco benfiquista.

“Nenhum jogador gosta de ser substituído. Estão a inventar um caso que não existe… [ele próprio interrompe o raciocínio pra mandar um recado] Pode acontecer eu amanhã substituir um jogador e ele não ficar satisfeito. Pode não ficar satisfeito, mas tem de se aguentar à bronca. Se se expressar, comigo tem dos dias contados. Não foi o caso do Gabi", concluiu o treinador.