<
>

Flamengo: Renovação de Diego Alves causa impasse dentro da diretoria

play
Eugênio Leal chama Hugo Souza de 'fenômeno' e vê Diego Alves no banco do Flamengo: 'Chegou atropelando' (1:59)

O comentarista não ignora a história recente de Diego Alves com o clube rubro-negro, mas acha que o momento é do garoto (1:59)

A novela envolvendo a renovação do goleiro Diego Alves com o Flamengo já se arrasta há quase dois meses, e um impasse dentro da diretoria ainda faz com que a situação se prolongue.

De acordo com apuração da ESPN, o jogador de 35 anos tem tudo acertado para estender seu vínculo por mais duas temporadas com o clube rubro-negro, onde está desde 2017 e cujo contrato acaba no próximo dia 31 de dezembro.

Marcos Bráz e Bruno Spindel, respectivamente vice e diretor executivo de futebol na Gávea, aceitaram inclusive dar um aumento ao goleiro - no início das conversas, o atleta pediu quase 40% de valorização no salário - e voltaram atrás na ideia de ampliar o contrato por só uma temporada.

No entanto, o presidente Rodolfo Landim e o CEO Reinaldo Belotti não estão de acordo com os termos acertados, principalmente com a valorização salarial para um contrato de dois anos em tempos de pandemia.

Além disso, a ascensão de Hugo Souza, o Neneca, durante o período em que Diego Alves ficou afastado (lesões e COVID-19) fez com que a diretoria não cogitasse uma extensão maior do vínculo com o experiente goleiro.

Por causa da falta de consenso entre os dirigentes, a renovação ainda não foi anunciada pelo Flamengo.

A última partida em que Diego Alves participou foi em 30 de agosto na vitória sobre o Santos por 1 a 0 pelo Brasileirão. Ele está relacionado para o duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Athletico-PR em Curitiba, nesta quarta-feira.