<
>

Santos: diz compreender lado financeiro, mas lamenta saída de Soteldo: 'Torcedor fica p*** da vida'

play
'Triste por perder Soteldo', Cuca entende frustração do torcedor, mas cita situação do Santos: 'Precisamos de condição financeira' (2:03)

O treinador do Santos ainda revelou que o jogador venezuelano veio pedir seus conselhos após receber proposta para defender o Al Hilal (2:03)

Antes da bola rolar neste sábado, Cuca confirmou que o duelo contra o Coritiba seria o último de Soteldo pelo Santos. Na coletiva pós-jogo, o treinador deu mais detalhes sobre a conversa com o jogador e também lamentou que a venda para o Al-Hilal, da Arábia Saudita, tenha que ser concretizada.

"Conversou comigo ontem, que ele tinha aceitado. Fez uma proposta e pessoal da Arábia aceitou. Falou o que eu achava, eu dei meu parecer. Tinha que ligar para treinador da Venezuela, para saber se prejudicaria a classificação. Se iria com a família… Sem família não dá para aguentar na Arábia. Falou que era uma proposta boa para ele, uma necessidade que o Santos tem também, infelizmente" disse.

Cuca continuou a lamentar a perda do atacante, já que perde um de seus principais jogadores do elenco.

Apesar disso, o treinador mostrou compreensão da situação financeira delicada que vive o Peixe e a necessidade de vender o jogador para quitar as dívidas do clube.

"Fico muito triste em perder o Soteldo. Gosto muito dele como pessoa e como jogador nem se fala. Mas temos que entender. Nosso momento é delicado, precisamos de condição financeira para colocar salário em dia e pagar dívidas lá fora. Santos é uma potência, a gente fica triste. Torcedor fica p*** da vida com a saída do Soteldo. Tínhamos que vender alguém. Lucas Veríssimo em cima da hora não deu e agora o Soteldo. Não adianta ficar bravo com o presidente. Ninguém fica mais triste do que eu, peça importantíssima na nossa engrenagem. Mas vida que segue", finalizou.

Como forma de homenageá-lo, Cuca concedeu a braçadeira de capitão para Soteldo, que usou a faixa pela primeira vez em sua passagem pelo Santos.

Apesar do jogador ter aceitado a oferta, os conselheiros se reunirão para aprovar ou não a negociação em reunião virtual na próxima quarta-feira.

A Gazeta Esportiva apurou que a proposta feita pelo Al-Hilal e aceita pelo Santos é de US$ 7 milhões (R$ 39,5 milhões) por 100% dos direitos econômicos do gringo.

O pagamento seria feito em três partes: US$ 5 milhões à vista, US$ 1 milhão em 15 de julho de 2021 e US$ 1 milhão em 15 de outubro de 2021.