<
>

Seleção brasileira: Zinho revela que 'doeu' não ter ido para a Copa do Mundo de 2002 com Scolari

play
'Voando' no Grêmio, Zinho revela que não ter ido à Copa de 2002 com Felipão 'doeu muito' (3:53)

O ex-jogador contou que 'não entendia' o motivo pelo qual não era chamado para a seleção e que chegou a ligar para a comissão técnica brasileira para saber: 'Era opção...' (3:53)

Crizam César de Oliveira Filho, o Zinho, está marcado na história do futebol brasileiro.

Afinal de contas, o meia canhoto foi titular na campanha que levou a seleção à conquista do tetracampeonato mundial em 1994 nos Estados Unidos e participou de verdadeiros esquadrões nos campos nacionais por Flamengo, Palmeiras e Grêmio.

Hoje comentarista dos canais Disney, o ex-jogador repassou detalhes de sua carreira em entrevista ao ESPN.com.br.

Nesta primeira de três partes da conversa, Zinho falou das Copas do Mundo em que poderia ter estado, mas que não recebeu chances, e fez uma revelação: "doeu mais" para ele não ter participado em 2002.

O ex-jogador vinha de atuando em alto nível pelo Grêmio e esperava ter retornado à seleção quando Luiz Felipe Scolari - seu treinador na passagem vitoriosa pelo Palmeiras - assumiu o comando em junho de 2001.

"Doeu mais, porque eu vivia um momento muito melhor ainda na minha carreira, campeão, artilheiro do ano no Grêmio com o Tite, era protagonista, capitão. E o Felipão foi várias vezes ver jogo do Grêmio durante as eliminatórias. Ele convocou Eduardo Costa, Tinga, Marcelinho Paraíba... Ou seja, da parte da frente, ele só não convocou Luis Mário e eu", recorda-se.

"Fui jogador dele no Palmeiras... Teve uma época que eu perguntei para o (Paulo) Paixão, que era preparador físico da seleção e do Grêmio: 'É por causa da minha idade, 34 anos? Teve algum problema, alguma mágoa? De repente não estou sabendo, ligo e peço desculpas'. Paixão falou que não, que era opção, que meu nome era muito identificado com a seleção de 94 (risos)... Por isso doeu mais", contou.

Questionado, então, se perguntou a Felipão sobre isso, Zinho respondeu: "Nunca. Também não perguntei mais. Passou".

O tetracampeão também falou das possíveis idas aos Mundiais de 1990 (quando despontava no Flamengo) e 1998 (após retornar ao Brasil para atuar novamente pelo Palmeiras).

COPA DE 1990

play
2:37

Zinho admite frustração por não ter ido à Copa de 90 e diz que estava 'mais tranquilo' em 94

Zinho perdeu a 'disputa' para Bismarck, que foi chamado para a Copa do Mundo de 2020

COPA DE 1998

play
5:06

Zinho relembra disputa por vaga no meio-campo da seleção de 98 e lamenta ausência na Copa: 'Eu sobrei'

Raí, Juninho Paulista, Denílson, Leonardo, Rivaldo e Zinho estavam de olho na convocação para a Copa de 98; no fim, Giovanni foi chamado