<
>

Bayern tenta Hudson-Odoi por R$ 515 milhões, mas Chelsea rejeita

O Chelsea rejeitou uma proposta do Bayern de Munique pelo atacante Callum Hudson-Odoi, informaram fontes à ESPN.

O gigante alemão propôs um empréstimo com opção posterior de compra por 70 milhões de libras (R$ 515 milhões), de acordo com pessoas ouvidas pela reportagem. No entanto, os Blues disseram "não".

É esperado que os campeões da Bundesliga façam uma nova oferta rapidamente, já que a janela de transferências fecha na próxima segunda-feira. Segundo apuração, porém, o mais provável é que o Chelsea volte a refutar.

Hudson-Odoi, de 19 anos, foi titular do time de Londres na goleada por 4 a 0 sobre o Crystal Palace, neste sábado, mas vem sendo insistentemente ligado a interessados pela Europa, ainda mais depois das várias contratações feitas pelo clube de Stamford Bridge para o ataque no verão europeu.

A imprensa inglesa chegou a publicar que o atleta estaria com vontade de sair, mas, segundo apurou a ESPN, ele está feliz no Chelsea.

Questionado em sua coletiva deste sábado sobre Hudson-Odoi, o técnico dos Blues, Frank Lampard, fez mistério.

"Não há resposta definitiva. Até segunda-feira saberemos. Se eles (Bayern) declararam interesse, isso é uma coisa. Em termos de equipe, tudo o que fizemos será primeiramente para nos beneficiar, porque Callum é nosso jogador. O que Callum quiser será levado em consideração, mas tem que ser bom para todos", afirmou.

"Neste momento, eu quero a permanência de Callum no meu elenco, ainda mais quando ele joga o que jogou hoje (contra o Crystal Palace) no 2º tempo. Essa é a minha posição", completou.

O atacante já está há tempos no radar do Bayern. Em 2019, a equipe alvirrubra já fez diversas ofertas, mas Hudson-Odoi acabou renovando até 2024 com os londrinos.

O Bayern ainda quer fazer mais três contratações antes do fim da janela, sendo que o meia Marc Roca, do Espanyol, é a prioridade, segundo disseram fontes à reportagem.