<
>

Libertadores: São Paulo perde para o River Plate e é eliminado na fase de grupos

O São Paulo está eliminado da Conmebol Libertadores 2020. Nesta quarta-feira, o time do Morumbi foi derrotado pelo River Plate por 2 a 1 e deu adeus à competição na fase de grupos.

Alvarez abriu o placar aos 11 minutos de jogo. Diego Costa empatou para o São Paulo, de cabeça, aos 26. Porém, Alvarez novamente encontrou espaço na defesa brasileira e recolocou o River na frente do placar aos 37 da etapa inicial.

Com este resultado, o São Paulo fica nos 4 pontos e não pode mais alcançar River Plate (10) e LDU (12) no grupo D. Resta ao time de Fernando Diniz lutar por uma vaga na Copa Sul-Americana, dada ao terceiro colocado, na última rodada contra o Binacional.

A derrota aumenta ainda mais a pressão em cima de Diniz, que vive de críticas e elogios por parte de torcida e imprensa por seu estilo de jogo. Porém, em 2020 o São Paulo acumula já oito anos sem títulos e teve, além da eliminação na primeira fase da Libertadores, a queda para o Mirassol com um time remendado no Campeonato Paulista.

Desde 1987 o São Paulo não era eliminado na fase de grupos da Libertadores.

Ficha técnica

River Plate-ARG 2 x 1 São Paulo

GOLS: Alvarez 2x (RIV); Diego Costa (SPA)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran. Diego Costa, Léo Pelé e Reinaldo; Tchê Tchê (Toró), Hernanes (Brenner), Daniel Alves e Igor Gomes; Vitor Bueno (Paulinho Boia) e Pablo (Trellez) Técnico: Fernando Diniz

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Martínez Quarta, Pinola e Casco; Enzo Pérez (Ponzio), De La Cruz e Fernández (Ferreira); Alvarez (Diaz), Santos Borré (Pratto) e Matías Suárez Técnico: Marcelo Gallardo

Estatísticas

10º jogo seguido em que o São Paulo leva gol

jogo seguido em que Alvarez marca pelo River

River deu 10 chutes a gol no 1º tempo contra 2 do São Paulo

River quebra sequência de 7 jogos sem vencer o São Paulo (4 derrotas e 3 empates)

No confronto direto, são 4 vitórias do São Paulo, 4 empates e 3 vitórias do River


River chega aos gols com facilidade, São Paulo ensaia reação

O River Plate não demorou muito para achar o caminho do gol na zaga são-paulina. Aos 11 minutos, após uma bela tabela, Alvarez saiu na cara de Tiago Volpi e não perdoou.

Apesar disso, o São Paulo conseguiu chegar ao empate com Diego Costa, aos 26 minutos do primeiro tempo, com um gol de cabeça após uma cobrança de escanteio de Reinaldo.

No entanto, o setor defensivo do São Paulo seguiu fragilizado, e Alvarez novamente deixou o dele, recolocando o River na frente do placar.

O River só não fez mais gols no primeiro tempo por conta de Volpi. O goleiro do São Paulo foi exigido e salvou o time em diversas ocasiões.


2º tempo sem muitas emoções, mas com briga

O River, talvez pela falta de ritmo de jogo, já que o futebol argentino ainda não voltou, diminuiu o ritmo no segundo tempo.

Fernando Diniz tentou fazer mudanças e buscar o empate desesperadamente, mas a equipe brasileira não obteve sucesso e amargou a eliminação.

Nos acréscimos do jogo, os dois times se desentenderam após um lance entre Casco e Juanfran, e os elencos partiram para o empurra-empurra. Porém, não saiu disso e não houve "cenas lamentáveis".

Classificação

Grupo D

1. LDU: 12 pontos
2. River Plate: 10 pontos
3. São Paulo: 4 pontos
4. Binacional: 3 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo nos próximos dias

  • Domingo, 04/10, 16h*, Coritiba x São Paulo

  • Terça-feira, 20/10, 21h30*, River Plate x LDU

*horário de Brasília