<
>

Bundesliga 2020-2021: Bayern 'favoritaço', brasileiros, saídas sentidas, briga pela artilharia e mais

play
Favoritos, azarões, quem ficar de olho e mais: saiba tudo sobre a temporada 2020-21 da Bundesliga (3:18)

André Donke traz todos os detalhes da nova edição do campeonato alemão; alguém irá desbancar o Bayern de Munique? (3:18)

A Bundesliga 2020-2021 começa nesta sexta-feira com um clássico entre Bayern de Munique, o atual octacampeão, e Schalke 04 na Allianz Arena.

O clube bávaro, dono de 30 títulos nacionais, conseguiu a tríplice coroa em 2019-2020 ao ganhar também a Uefa Champions League e a Copa da Alemanha sob o comando de Hans-Dieter Flick.

E a pergunta que sempre aparece antes do Campeonato Alemão é: alguém será capaz de deter o "Super Bayern"? Quem chegou, quem saiu, a volta do público aos estádios, as chances de título...

O ESPN.com.br traz um guia com curiosidades, estatísticas e números sobre a nova temporada da Bundesliga para responder a essas dúvidas e deixar você a par do que vem por aí.

0,87

foi a média de gols de Erling Haaland em sua primeira (meia) temporada pelo Borussia Dortmund: 13 gols em 15 jogos. O norueguês conseguirá ser páreo na briga pela artilharia contra Robert Lewandowski?

5

títulos do Campeonato Alemão tem o Stuttgart, que retorna à elite após uma temporada.

6

é a camisa que ficará sem dono no Bayern de Munique: Thiago Alcântara disse adeus aos agora ex-companheiros após sete anos na Allianz Arena e vai defender o Liverpool.

7

temporadas atuou Raffael pelo Borussia Monchengladbach. Ídolo dos torcedores, ele deixou o clube em 2020.

9

títulos da Bundesliga possuem David Alaba e Thomas Müller. Eles estão empatados com Franck Ribéry como maiores vencedores na história e podem passar à frente em caso de nova conquista.

11

brasileiros em ação na atual edição da Bundesliga: Ailton (LE, Stuttgart), Iago (LE, Augsburg), João Victor (ATA, Wolfsburg), Klauss (ATA, Hoffenheim), Matheus Cunha (ATA, Hertha), Paulinho (ATA, Bayer Leverkusen), Paulo Otávio (LE, Wolfsburg), Reinier (M, Borussia Dortmund), Tuta (Z, Eintracht Frankfurt), Wendell (LE, Bayer Leverkusen), William (LD, Wolfsburg).

20

será o número da camisa de Reinier, que está emprestado pelo Real Madrid ao Dortmund.

20%

é a capacidade máxima permitida de um estádio para a presença de torcedores durante os jogos. Esta será a primeira vez que o futebol alemão vai liberar fãs nas arquibancadas desde o início da pandemia de COVID-19.

36

gols a menos "terá" o RB Leipzig sem Timo Werner, que foi vendido ao Chelsea por 53 milhões de euros. O atacante marcou 28 vezes e deu oito assistências na última Bundesliga.

50

milhões de euros custou Leroy Sané, maior contratação do Bayern para esta temporada junto ao Manchester City.

79,4

milhões de euros foi o valor da transferência de Kai Havertz do Bayer Leverkusen para o Chelsea. O meia-atacante conseguiu oito gols, seis assistências e 128 dribles na última edição do Alemão.

81%

de chances de título para o Bayern de Munique segundo o Soccer Power Index, ferramenta de estatísticas da ESPN. Borussia Dortmund e RB Leipzig aparecem na sequência com 7% cada um.

115

anos tem o Arminia Bielefeld, que disputará a primeira divisão alemã após 11 anos de ausência.

129

milhões de euros é o valor de mercado de Jadon Sancho, destaque do Dortmund, segundo o site Transfermarkt. O atacante está na mira do Manchester United e pode deixar a Alemanha ainda nas próximas semanas.

236

gols têm Robert Lewandowski na Bundesliga. Autor de 34 somente na última temporada, ele pode assumir a vice-artilharia histórica (Klaus Fischer tem 268). O máximo goleador é Gerd Müller com 365 bolas na rede.

286

dias, 30 partidas, nove meses... essa é a atual sequência sem derrotas do Bayern de Munique.