<
>

Messi comunica oficialmente ao Barcelona que quer deixar o clube

play
Adeus, Messi? Para Kfouri, decisão do argentino deixa Barcelona em momento 'crucial de sua história' (0:35)

Jornais argentinos noticiam pedido de Messi para deixar o clube catalão (0:35)

Lionel Messi comunicou oficialmente ao Barcelona sua intenção de deixar a equipe na próxima janela de transferências, informaram diversas fontes à ESPN.

O craque argentino, que fez 33 anos em 24 de junho, tem contrato até 2021 com os catalães, mas decidiu tomar um novo rumo na carreira depois de uma temporada em que o time azul-grená não ganhou um título sequer pela primeira vez desde 2008.

Messi já havia informado ao técnico Ronald Koeman, que acabou de chegar para substituir o demitido Quique Setién, suas dúvidas sobre o novo projeto esportivo do clube na semana passada, alguns dias depois do time blaugrana ser humilhado por 8 a 2 pelo Bayern de Munique, nas quartas de final da Champions League.

O camisa 10 tirou alguns dias para refletir sobre o futuro, mas diversas fontes confirmaram à ESPN que ele decidiu finalmente que este é o momento de deixar o único clube que defendeu nos últimos 20 anos.

Na última segunda-feira, a ESPN já adiantou que o Manchester City está fazendo as contas para ver se tem condições de contratar o capitão do Barcelona sem romper as regras de fair play financeiro da Uefa.

A equipe da Catalunha, por sua vez, segue ressaltando que Messi é a "pedra angular" do novo projeto de Koeman e não pretende negociar sua saída por um preço abaixo da multa rescisória de 700 milhões de euros.

Agora, espera-se para ver se a postura dos cartolas irá mudar depois que Messi deu o passo final para ser colocado no mercado da bola, ao comunicar sua intenção de sair do Camp Nou.

A reportagem informou na semana passada que alguns "pesos pesados" da diretoria comandada por Josep Maria Bartomeu são partidários de vender Messi caso chegue uma oferta "suficientemente suculenta", o que permitiria a Koeman reconstruir o elenco.

Neste momento, ainda se desconhece qual seria o tamanho da cifra, e também se o City (ou outro clube) teria condição de assumir a quantidade pedida pelo Barça pela transferência, assim como o salário do camisa 10, que é o jogador mais bem pago do mundo.

Messi já ameaçou deixar o Barça entre 2013 e 2014, quando enfrentou problemas com o fisco espanhol, mas a situação nunca havia chegado a um ponto tão crítico como agora.

O argentino é consciente de que, com sua idade, não terá mais muitas oportunidades de ganhar a Champions League, e já decidiu que, neste momento, é hora de buscar um novo desafio esportivo, depois dos últimos fracassos europeus do Barcelona.

A equipe blaugrana ganhou a Liga dos Campeões em 2015, mas, desde então, sofreu várias eliminações humilhantes, para Juventus, Roma, Liverpool e Bayern.

O Barcelona demitiu o técnico Quique Setién depois do 8 a 2 para os alemães e agora trabalha em uma verdadeira "revolução" no elenco, que incluiria a saída de "medalhões" como o atacante Luis Suárez e o meia Arturo Vidal.

Opinião ESPN

play
0:35

Adeus, Messi? Para Kfouri, decisão do argentino deixa Barcelona em momento 'crucial de sua história'

Jornais argentinos noticiam pedido de Messi para deixar o clube catalão

play
1:33

O 1º passo depois do Barcelona: Kfouri acredita que PSG e City são principais candidatos a fechar com Messi

Camisa 10 pediu para deixar o Barça e pode rescindir seu contrato

play
1:04

Rescisão unilateral e sem multa: como Messi tenta deixar o Barcelona

André Kfouri explicou o que astro alega para sair da Catalunha