<
>

Champions: Manchester City vence Real Madrid e vai às quartas; Gabriel Jesus brilha, Varane falha feio

play
Gabriel Jesus brilha, Manchester City vence Real Madrid e vai às quartas da Champions League (0:55)

Vale lembrar que a equipe de Josep Guardiola já havia vencido pelo mesmo placar na ida, no Santiago Bernabéu. Com isso, a classificação veio com 4 a 2 no placar agregado. (0:55)

O Manchester City venceu o Real Madrid por 2 a 1, nesta sexta-feira, pela volta das oitavas da Uefa Champions League, e avançou às quartas. Gabriel Jesus foi o herói dos Citizens, decidindo com um gol e uma assistência, enquanto o zagueiro Varane falhou duas vezes pelos merengues.

Vale lembrar que a equipe de Josep Guardiola já havia vencido pelo mesmo placar na ida, no Santiago Bernabéu. Com isso, a classificação veio com 4 a 2 no placar agregado.

A partida foi marcada pelas duas falhas clamorosas do zagueiro Raphael Varane, campeão da Copa do Mundo 2018 com a França, que viveu uma noite para esquecer.

No 1º tempo, ele errou saída de bola e viu Gabriel Jesus roubar na área. O brasileiro rolou com perfeição e Sterling abriu o placar.

Ainda na etapa inicial, Benzema empatou, aproveitando cruzamento perfeito do brasileiro Rodrygo, e deu a impressão de que o Real buscaria a virada.

No entanto, no 2º tempo, Varane falhou de novo e estragou de vez a noite merengue.

Ao tentar recuo de cabeça para Courtois, ele errou feio e deu de presente para Gabriel Jesus cutucar para as redes, fechando a conta em Manchester.

Nas quartas, o City enfrenta o Lyon, que eliminou a Juventus também nesta sexta-feira, apesar da derrota por 2 a 1 em Turim.

Vale lembrar que as quartas e as semis serão em partida única nesta temporada, de forma excepcional.

Ficha técnica

Manchester City 2 x 1 Real Madrid

GOLS: Manchester City: Sterling e Gabriel Jesus Real Madrid: Benzema

MANCHESTER CITY: Ederson; Walker, Fernandinho, Laporte e Cancelo; Rodri (Otamendi), Gundogan e De Bruyne; Foden (Bernardo Silva), Sterling (David Silva) e Gabriel Jesus Técnico: Josep Guardiola

REAL MADRID: Courtois; Carvajal (Lucas Vázquez), Varane, Militão e Mendy; Casemiro, Kroos e Modric (Valverde); Hazard (Jovic), Rodrygo (Asensio) e Benzema Técnico: Zinedine Zidane

Estatísticas

31º gol de Sterling em 51 jogos pelo Manchester City na temporada

11º gol de Sterling em 12 jogos desde a volta do futebol pós-paralisação

vez que Sterling fez um gol em 6 jogos na carreira contra o Real Madrid na Champions

11ª assistência de Gabriel Jesus em 52 jogos pelo Manchester City na temporada

27º gol de Benzema em 48 jogos pelo Real Madrid na temporada

65º gol de Benzema na história da Liga dos Campeões (4º maior artilheiro)

assistência de Rodrygo pelo Real Madrid na temporada

23º gol de Gabriel Jesus em 52 jogos pelo Manchester City na temporada

Guardiola chega pela temporada seguida às quartas da Champions

vez que Zidane é eliminado como treinador do Real na Champions


Primeiro tempo agitado

Os dois times começaram elétricos, mas uma bobeada incrível da defesa do Real permitiu ao City abrir o placar.

Aos 8 minutos, Varane errou feio na saída de bola e Gabriel Jesus roubou. O brasileiro rolou e Sterling só completou para o gol vazio.

A trapalhada fez os merengues balançarem, e os ingleses passaram a dominar o campo e aumentar a pressão.

Na base da experiência e do toque de bola de seu meio-campo e ataque, porém, o Real foi aos poucos reagindo.

Aos 21, Hazard deu passe maravilhoso para Benzema, que fez giro e chutou forte, exigindo grande defesa de Ederson.

Pouco depois, Hazard cortou para a perna esquerda e bateu forte de fora da área, mas Ederson encaixou bem, sem dar rebote.

O empate foi ficando maduro, e veio aos 28, em uma jogada maravilhosa do brasileiro Rodrygo.

O ex-santista recebeu na direita, deu lindo drible em seu marcador e cruzou na medida para Benzema testar firme e empatar.

Depois disso, a partida ficou frenética, com as duas equipes criando ótimas chances de forma seguida.

Nos lances mais claros, Cancelo soltou bomba e Courtois defendeu. Depois, Foden bateu tirando tinta da trave blanca.

Benzema ainda ameaçou de cabeça, mas a arbitragem flagrou o francês em impedimento.

E, no último momento de emoção, De Bruyne quase fez um gol olímpico que seria antológico, mas Courtois evitou.


Segundo tempo

Na etapa complementar, a esperada pressão do Real Madrid em busca do 2º gol não veio de início.

Pelo contrário: a equipe de Josep Guardiola controlou amplamente e chegou seguidas vezes em condição de finalizar contra Courtois.

Na hora dos arremates, porém, De Bruyne, Sterling e Foden não capricharam como deveriam.

Zidane, então resolveu mexer nos merengues: sacou Rodrygo, que estava recebendo poucas bolas, e colocou Asensio.

Mas o panorama não se alterou, e os Citizens seguiram com clara superioridade.

Aos 20, Gabriel Jesus fez ótimo giro em cima de Militão e chutou forte, mas Courtois fez incrível defesa e salvou os espanhóis.

Mas o brasileiro estava com pinta de que faria um gol em breve, e ele veio em mais uma entregada de Varane.

Aos 23, Jesus pressionou o francês, que recuou errado de cabeça para Courtois. O ex-palmeirense antecipou a ação do goleiro e cutucou para as redes.

Em vantagem no placar, o City ficou satisfeito e procurou controlar o jogo até o apito final.

Guardiola ainda colocou David Silva no lugar de Sterling, mantendo a bola presa no campo de ataque e vendo o tempo passar com tranquilidade.

Desta forma, a equipe de Manchester avançou às quartas da Champions.


Próximos jogos

A temporada 2019/20 acabou para o Real Madrid nesta sexta-feira.

Já o Manchester City segue em busca do título da Champions.

  • Sábado, 15/08, 16h*, Manchester City x Lyon

*horário de Brasília