<
>

Barcelona: Arthur tenta rescindir, e time pode ficar com 'buraco' no meio para jogo decisivo da Champions

O volante Arthur está negociando com o Barcelona para rescindir seu contrato de maneira imediata depois de não ter um minuto sequer em campo desde que foi concretizada sua transferência para a Juventus, informaram fontes à ESPN.

O meio-campista, que estava passando período de férias no Brasil, decidiu não regressar nesta segunda-feira a Barcelona. Na teoria, ele tinha a obrigação de ter voltado para realizar testes de COVID-19 antes de retomar os treinos na próxima quarta-feira, em preparação para o duelo de volta das oitava de final da Champions League, contra o Napoli.

Arthur foi contratado pela Juve em 29 de junho, depois de longas negociações e após o brasileiro, tanto em público quanto no privado, assegurar que não tinha intenção de deixar o Barça, já que seu sonho era triunfar no Camp Nou.

No entanto, a diretoria blaugrana decidiu fazer caixa com sua negociação, e Arthur acabou aceitando ir para a "Velha Senhora" como parte de uma operação dupla, que também envolveu a ida do bósnio Miralem Pjanic para a Catalunha.

Arthur, de 23 anos, não jogou nenhuma das últimas seis partidas do Barcelona depois que foi fechado o negócio com a Juve, avaliado em 72 milhões de euros (R$ 436,71 milhões, na cotação atual), mais 10 milhões de euros (R$ 60,65 milhões) em variáveis, e que teve que ser concluído até 30 de junho, para que a equipe espanhola pudesse incluir os valores em seu balanço.

O técnico Quique Setién, aliás, já avisou que, apesar de seguir podendo contar com o Arthur, só vai usar o brasileiro "se for absolutamente necessário".

A relação entre o treinador e o atleta decaiu de maneira feia nas últimas semanas, com o brasileiro inclusive sendo flagrado dando bocejos enquanto o Barça perdia para o Osasuna, por LaLiga.

Setién, então, decidiu deixar o meio-campista de fora dos relacionados para o duelo contra o Alavés, na rodada seguinte, alegando que ele estava com dores no tornozelo. No entanto, o clube culé nunca emitiu comunicado médico a respeito do tema.

De toda forma, é possível que Setién tenha que usar Arthur contra o Napoli, já que o Barcelona tem uma série de desfalques e está com um verdadeiro "buraco" no meio-campo para escalar o 11 inicial.

O comandante já sabe que não poderá contar com Sergio Busquets e Arturo Vidal para a partida. Caso não consiga ter Arthur, o treinador pode ter apenas quatro opções para a meia-cancha: Ivan Rakitic, Frenkie de Jong, o jovem Riqui Puig e o versátil Sergi Roberto (que vinha atuando mais como lateral do que como volante).

Fontes do clube ouvidas pela ESPN asseguram que estão estudando a situação de Arthur, e não está descartado que o jogador seja multado de alguma forma por não se reapresentar para os testes de COVID-19.