<
>

Neymar fez gol em 15 das 22 finais que disputou e foi campeão em quase todas que marcou

Neymar é sinônimo de decisão. Ao menos, é o que dizem os números. Nesta sexta-feira, o camisa 10 do Paris Saint-Germain marcou mais uma vez na final da Copa da França e levantou a taça. Agora, o atacante soma 21 finais em sua carreira tendo marcado em 15 delas.

Outro número que impressiona é que Neymar tem quase 100% de aproveitamento em finais que marca: nas 15 vezes que balançou as redes em uma decisão, voltou para casa com a medalha no pescoço em 14. Nas outras sete oportunidades que não marcou, o brasileiro só comemorou o título em duas, o Mundial de 2015 pelo Barcelona e a Supercopa da França em 2018.

Nas outras cinco, saiu sem marcar e sem título: Campeonato Paulista de 2009 e 2013 e Mundial de Clubes de 2011 pelo Santos, Olimpíada de 2012 pela seleção brasileira e Copa do Rei 2013/2014 pelo Barça.

Com a camisa do Santos, Neymar marcou nas finais do Campeonato Paulista e Copa do Brasil 2010, Copa Libertadores de 2011 e Paulistão de 2012 e venceu as quatro.

Na Espanha, Neymar balançou as redes na final da Copa do Rei 2014/2015, Champions League 2014/2015, Copa do Rei 2015/2016 e 2016/2017. Nas quatro, voltou para casa com o troféu.

Desde que chegou à França, Neymar disputou três finais. Na Supercopa da França de 2018 entrou aos 75 minutos, não balançou as redes, mas mesmo assim ficou com a taça. Na Copa da França deste ano, balançou as redes e conquistou a medalha. A única final em que marcou e não venceu foi na Copa da França de 2019, quando fez um gol e o PSG perdeu para o Rennes nas penalidades.

Pela seleção brasileira, Neymar fez o gol do empate em 1 a 1 na final da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, diante da Alemanha e ainda bateu o pênalti que selou o ouro inédito para o país.

Neymar ainda poderia ter mais quatro finais no currículo, mas não participou por conta de lesão da Supercopa da UEFA e da Espanha em 2015, da Supercopa da França de 2017 e da Copa da França de 2017/2018.