<
>

Bayern de Munique: Sané será o único alemão entre os 5 mais caros da história do clube

Depois de a transferência de Leroy Sané ao Bayern de Munique ter sido especulada há um ano por um valor que poderia ser na casa dos 100 milhões de euros, o clube chegou a um acordo com o Manchester City por 49 milhões de euros. Além disso, há 11 milhões de euros em questões adicionais.

Contando 49 ou 60 milhões, o atacante será a segunda contratação mais cara da história dos bávaros, sendo o único alemão no top 5, cconsiderando os dados do site Transfermarkt.

A lista é liderada por Lucas Hernández, por quem o atual octocampeão da Bundesliga desembolsou 80 milhões de euros para tirá-lo do Atlético de Madrid na última temporada.

Corentin Tolisso fecha o pódio, sendo que o clube de Munique investiu 41,5 milhões de euros para contar com o então meio-campista do Lyon em 2017, que viria a ser o reforço mais caro da história dos bávaros até então.

Javi Martínez aparece no quarto lugar. Quando o Bayern contratou o espanhol em 2012 por 40 milhões de euros, outro que quebrou o recorde do clube no momento da transferência. O quinto colocado é Arturo Vidal, que estava na Juventus e custou 39,25 milhões de euros em 2015.

A entrada de Sané tira Mario Götze do top 5. O meia foi contratado por 37 milhões de euros junto ao Borussia Dortmund em 2013.

Em quatro temporadas na Inglaterra, Sané foi peça importante do City na conquista do bicampeonato da Premier League em 2018 e 2019, mas atuou só duas vezes nesta temporada por conta de lesão.

O contrato dele com o clube ia até o meio de 2021, o que o permitia assinar um pré-contrato com qualquer equipe a partir do começo de 2021 e se transferir sem custos.