<
>

Mario Gomez se aposenta aos 34 anos recolocando o Stuttgart na Bundesliga

play
Um dia depois de levantar a salva de prata em campo, Neuer transforma troféu da Bundesliga em peso de academia (0:20)

Goleiro venceu sua oitava Bundesliga com o Bayern de Munique e brincou com o troféu (0:20)

Uma das trajetórias mais expressivas do futebol alemão nos últimos anos chegou ao fim neste domingo. Ainda que de forma discreta, veio acompanhada de um grande feito.

Mario Gomez fez seu último jogo e seu último gol na derrota do Stuttgart por 3 a 1, em casa, diante do Darmstadt, pela rodada final da segunda divisão do Campeonato Alemão.

Apesar do revés, o Stuttgart confirmou o acesso à Bundesliga ao terminar como vice-campeão, atrás apenas do Arminia Bielefeld. A promoção já era algo praticamente confirmado, uma vez que o Heidenheim teria que ter vencido e ter tirado uma diferença de dez gols no saldo para terminar na segunda colocação.

O atacante de 34 anos – irá completar 35 em 10 de julho – anotou sete gols em 23 atuações (15 como titular) na campanha do acesso do Stuttgart, clube pelo qual foi revelado e foi peça fundamental no título da Bundesliga em 2006-07.

Na ocasião, o jogador de então 21 anos marcou 14 gols e foi um dos destaques no quinto e último título dos suábios na primeira divisão.

Gomez iria ao Bayern de Munique dois anos depois, conquistando duas vezes a Bundesliga e uma a Champions League. Depois de passagens por Fiorentina, Besiktas e Wolfsburg, ele retornou ao Stuttgart dez anos e meio depois, no começo de 2018.

O reencontro teria o rebaixamento um ano e meio depois, mas Gomez seguiu para encerrar a carreira com uma história positiva onde virou um ídolo.

A derrota em casa deste domingo não impediu a festa do acesso e a homenagem ao agora ex-atleta, que foi lançado ao alto pelos companheiros. Gomez se aposenta com 110 gols pelo Stuttgart, sendo terceiro maior artilheiro da história do clube. Além disso, com 170 tentos na Bundesliga, é o 11º maior goleador da competição.

Pela seleção alemã, foram 78 jogos e 31 gols, tendo participado das Copas do Mundo de 2010 e 2018, assim como das Eurocopas de 2008, 2012 e 2016.

"A Mario, eu tenho apenas elogios, eu tenho enorme respeito por ele, como pessoa e atleta", disse o técnico da Alemanha, Joachim Löw, ao jornal Bild.