<
>

O drama continua: Hamburgo é goleado em casa e permanece na segunda divisão alemã

O Hamburgo irá disputar a segunda divisão alemã mais uma vez em 2020-21. Depois de ter terminado a edição passada no quarto lugar, a equipe repetiu a campanha na atual temporada ao perder em casa por 5 a 1 para o Sandhausen, que só cumpria tabela na última rodada da competição.

O time entrou em campo dependendo do resultado do terceiro colocado Heidenheim para ter chance de acesso. Seu concorrente perdeu por 3 a 0 para o campeão Arminia Bielefeld, o que deixou o Hamburgo precisando de um simples empate para terminar na terceira colocação, uma vez que seu saldo de gols foi superior.

Dessa forma, Arminia Bielefeld (68 pontos) e Stuttgart (58) sobem direto, e o Heidenheim (55) enfrentará o Werder Bremen na repescagem pela última vaga na próxima Bundesliga. O Hamburgo encerrou a competição com 54 pontos.

O Hamburgo é o quinto maior vencedor da liga nacional com seis taças (1922–23, 1927–28, 1959–60, 1978–79, 1981–82 e 1982–83) e dono de três troféus da Copa da Alemanha (1962-63, 1975-76 e 1986-87).

Além disso, forma o trio ao lado de Bayern de Munique e Borussia Dortmund como únicos times germânicos a vencer a principal competição de clubes do continente, tendo faturado a Copa da Europa (hoje Champions League) em 1982-83.

O drama do Hamburgo

O Hamburgo se orgulhava de ser o único a ter disputado todas as edições da competição, que existe desde 1963-64, até ser rebaixado de forma direta em 2017-18 ao terminar na penúltima posição.

O rebaixamento parecia um acidente de percurso que seria corrigido já na campanha seguinte - 2018-19 - com o acesso. O roteiro indicava isso, ainda mais considerando que o time ficou da 11ª até a 30ª rodada sempre entre os dois primeiros – que sobem direto.

No entanto, três derrotas seguidas deixaram o Hamburgo fora da zona de acesso e chegando virtualmente sem chances de terminar em terceiro, que o permitiria jogar o playoff contra o 16º colocado da primeira divisão por um lugar na elite.

Na atual temporada, o torcedor do Hamburgo viveu um déjà vu. Depois de ter ficado entre as três primeiras posições da segunda até a 32ª rodada (era o vice-líder na 31ª), o time caiu para quarto na 33ª e penúltima jornada.

Em um confronto direto com o Heidenheim, o Hamburgo saiu na frente, mas perdeu por 2 a 1, levando o gol da virada aos 50min. Com isso, o gigante do norte da Alemanha ficou no quarto lugar com 54 pontos, um a menos que o Heidenheim, posição que acabou confirmada neste domingo.

Nuremberg luta contra terceira divisão

No outro lado da classificação, o Nuremberg, segundo maior campeão alemão com nove taças, empatou com o Holstein Kiel por 1 a 1, fora de casa. Com isso, a equipe ficou com 37 pontos e acabou ultrapassado pelo Karlsruher, que ganhou do Greuther Fürth por 2 a 1, fora de casa, e superou o Nuremberg no saldo de gols.

Com a 16ª posição, o Nuremberg irá jogar a repescagem contra o terceiro coloado da terceira divisão. Wehen Wiesbaden e Dynamo Dresden estão rebaixados.