<
>

Cavani se recusa a jogar Champions, e PSG confia que terá Thiago Silva, diz TV

Edinson Cavani deixará de ser jogador do Paris Saint-Germain em 1º de julho, um dia depois do fim do seu contrato. É isso o que afirma a emissora francesa RMC Sport.

De acordo com a emissora, o atacante recusou estender seu vínculo por dois meses para que possa disputar a Champions League até o fim. O veículo ainda aponta que era o desejo do clube e do diretor esportivo Leonardo que os nomes em fim de contrato ficassem até o término da competição, mas isso não irá ocorrer com o uruguaio, como também noticiou o jornal Marca.

Além disso, sempre segundo a RMC Sport, o PSG estaria confiante de que Thiago Silva irá permanecer mais algumas semanas do clube. O brasileiro irá deixar a equipe parisiense ao final da atual campanha, algo que já foi publicamente confirmado por Leonardo.

Já Layvin Kurzawa e Eric Maxim Choupo-Moting estariam confirmados para a sequência da disputa da competição europeia, assim como o goleiro Sergio Rico, que está emprestado pelo Sevilla. A situação é oposta à de Thomas Meunier, que irá seguir o mesmo caminho de Cavani.

O PSG está sem jogar desde o meio de março, depois que o Campeonato Francês foi encerrado antecipadamente por conta da pandemia do coronavírus - o time de Thomas Tuchel foi decretado campeão.

Classificado às quartas da Champions, o clube irá atuar pela fase entre 12 e 15 de agosto. As semis serão em 18 e 19 de agosto, enquanto que a decisão ocorrerá no dia 23. Todos os jogos serão em Portugal.