<
>

West Bromwich se manifesta contra racismo, torcedor diz que vai deixar de ser sócio e leva invertida

play
Símbolo do ativismo entre atletas, Kareem Abdul-Jabbar explica como colaborar com movimento anti-racismo (0:48)

Hexacampeão da NBA conversou com o SportsCenter dos EUA (0:48)

O tradicional West Bromwich Albion, atual vice-líder da 2ª divisão inglesa, "ganhou" as redes sociais nesta terça-feira.

Durante a manhã, a equipe protestou contra o racismo em seu Twitter, postando um fundo preto com a frase: "Juntos somos mais fortes".

Além disso, a agremiação usou a hashtag #BlackOutTuesday, um movimento mundial contra o racismo.

Foi então que um torcedor do clube, identificado como @80sEight, reclamou na postagem.

"Patético. Vou cancelar meu carnê de sócio-torcedor. Saudações", escreveu.

O que ele certamente não esperava era levar uma invertida daquela de seu próprio time.

"Não sentiremos sua falta", disparou o West Bromwich.

A mensagem viralizou, tendo mais de 22 mil retuítes e cerca de 102 mil curtidas até o momento.

Vale lembrar que o Albion tem um histórico importante de luta contra o racismo no futebol e na sociedade inglesa.

Em 1978, o clube fez história ao escalar três atletas negros em uma mesma partida na história do Campeonato Inglês.

Laurie Cunningham, Brendon Batson e Cyrille Regis tornaram-se ídolos e foram homenageados com uma estátua no Hawthorns, estádio do West Brom.