<
>

Douglas Santos, ex-Atlético-MG, revela por que não acertou com o Flamengo e comemora jogar Champions League pelo Zenit

play
Melhor jogador do mês, Malcom fica abismado ao receber 'prêmio pelos ares' (0:37)

Brasileiro fez cara de espanto pela forma como a premiação chegou ao seu apartamento (0:37)

Campeão olímpico pela seleção brasileira em 2016 e da Copa do Brasil pelo Atlético-MG em 2014, Douglas Santos chegou há uma temporada ao Zenit, da Rússia.

No meio do ano passado, ele recebeu uma oferta do Flamengo quando passava férias em João Pessoa-PB.

“O Flamengo veio falar comigo e o meu empresário, mas meu intuito é permanecer por muito tempo na Europa. Ainda estava no Hamburgo e não tínhamos conseguido subir para 1ª divisão da Alemanha”, disse o jogador, ao ESPN.com.br.

“Eu fiquei muito feliz porque minha família toda é flamenguista. Muita gente me parava na rua perguntando se iria ao Flamengo, se tinha acertado. Eu disse para ter calma porque as coisas iriam ocorrer como Deus quisesse. Eu fiquei feliz. No futuro próximo, pode ser. Mas eu estou focado em permanecer na Europa”, garantiu.

Revelado no Náutico, Douglas passou por Udinese e Atlético-MG antes de chegar ao Hamburgo, em 2016.

“Eu falei para mim mesmo que iria para Europa para me firmar. Meu foco foi maior porque a Bundesliga é muito difícil, e pude enfrentar grandes times e jogadores”, disse.

Com a queda do Hamburgo pela primeira vez na história para a segunda divisão, o lateral perdeu a chance de se transferir para clubes maiores.

“Eu tive especulações de Leverkusen, Schalke e Dortmund. Mas o diretor do Hamburgo não me deixou sair por nada. Eu tive que permanecer e jogar muito mais porque a visibilidade seria menor. Tinha que dar o melhor para jogar uma Champions League, que era o meu sonho”, afirmou.

play
0:17

Ainda no Zenit, Hulk 'soltou a bomba' em treino e simplesmente explodiu bola de futebol

Atacante marcou época na equipe da Rússia

“Isso me gerou mais confiança e no segundo ano, quando jogamos a Série B eu fui mais líder do grupo. Infelizmente não voltamos, mas me ajudou a crescer como jogador”, contou.

Pouco tempo depois da oferta do Flamengo, Douglas recebeu uma ligação do empresário dizendo que o Zenit, da Rússia, tinha interesse em contratá-lo. Depois de uma negociação um pouco demorada, o brasileiro deixou o Hamburgo e se mudou para o clube russo.

“A Rússia é um país que parece muito com o Brasil. Estou me sentindo em casa, as pessoas são tranquilas e calorosas dentro do clube. Eles sempre procuram me ajudar com assistência total. Antes de vir para cá eu pensei muito nisso porque é um lugar muito diferente. Mas fora o idioma, é bem parecido”, explicou.

Para isso, ele conta com a ajuda do brasileiro William, que faz parte da comissão técnica do clube e mora na Rússia há muitos anos.

Nesta temporada, Douglas realizou o sonho de jogar a fase de grupo da Champions League pelo Zenit, que foi eliminado na primeira fase.

“Pessoalmente para mim foi importante e na segunda vez que jogar eu vou conseguir desempenhar um papel melhor. Quero enfrentar um grande clube para fazer uma boa partida”, projetou.

No Zenit, ele atua lado de nomes como Malcom (ex-Barcelona), Ivanovic e Zirkhov (ambos ex-Chelsea).

Mesmo tendo seu nome comentado no mercado, o brasileiro prefere não falar se prefere ir para um mercado de maior visibilidade na Europa.

“Eu tenho objetivo de permanecer aqui e conquistar títulos. Quero crescer”, finalizou.