<
>

Ancelotti diz como Zidane mudou seu jeito de ver futebol e comenta passagens por Milan, Chelsea e Real Madrid

play
Grande negócio do Barcelona com zagueiro francês e Zidane de olho no Manchester City; Linares traz principais notícias da Espanha (1:26)

Jornais espanhóis também destacaram a aposentadoria de Aduriz e a reformulação dos elencos dos gigantes (1:26)

Atualmente técnico do Everton na Premier League, o italiano Carlo Ancelotti relembrou os principais estágios de sua carreira, que incluem passagens vitoriosas por Juventus, Milan, Real Madrid, Paris Saint-Germain, Chelsea e Bayern de Munique, em entrevista à Sky Sports do Reino Unido.

Elogios a Zidane

"Com Zidane, eu tentei mudar minha ideia de esquema tático. Zidane é o primeiro jogador que me deu a possibilidade de jogar de uma forma diferente. Então quando eu tinha ele, no primeiro ano na Juventus, jogava no 3-4-1-2, com Del Piero e Inzaghi na frente e Zidane um pouco atrás. No segundo ano, joguei com quatro zagueiros, mas mantendo dois atacantes e Zidane como número 10.

Zidane mudou minha ideia sobre futebol. Eu estava tão focado antes da Juventus no 4-4-2 e depois com Zidane, eu mudei, eu queria colocá-lo na melhor posição para ele se sentir mais confortável no campo".

Passagem pelo Milan (2001-09)

Ter sido técnico do Milan tendo jogado lá, eu sabia que a estrutura do clube, conhecia alguns jogadores porque foram meus companheiros como atleta como Maldini, Albertini e Costacurta. Então isso me ajudou no começo a conseguir um bom trabalho no Milan.

Eu me sentia confortável no Milan porque o apoio que eu tinha era muito forte. Me sentia em casa no Milan, como uma família".

O 'fantástico' Chelsea (09-11)

"O segundo ano foi mais difícil, mas o primeiro ano foi fantástico. O clube tinha o objetivo de ganhar a Champions League, mas por ter ganhado a Premier League e FA Cup no primeiro ano, foi importante e animador. O segundo ano foi mais difícil porque tivemos problemas. Drogba teve malária e outros problemas. Começamos bem, mas do meio da temporada em diante não foi tão bom"

A era Real Madrid (13-15)

"Acho que como técnico, você tem que tentar treinar o Real Madrid um dia na vida. Eu passei dois anos lá e foi uma experiência inacreditável porque acho o Real Madrid o melhor clube do mundo pela imagem que eles têm lá fora. A cada lugar que eu ia, em todo páis, tinha muitas pessoas querendo me ver, apoiar o time. Foi uma experiência inesquecível, uma organização top, um centro de treinamento fantástico e um time fantástico quando cheguei"