<
>

Há 21 anos, Palmeiras eliminava Corinthians na Libertadores; veja por onde andam os ex-jogadores

play
Rincón explica brigas com Marcelinho e Edílson e revela que saiu do Corinthians para defender Batata (3:11)

Colombiano foi o convidado deste sábado no Resenha ESPN. Programa será exibido às 16h (de Brasília) na ESPN Brasil e no WatchESPN (3:11)

O dia 12 de maio é muito marcante para todo torcedor palmeirense.

Há 21 anos, nesta mesma data, o Palmeiras era derrotado por 2 a 0 para o Corinthians no jogo de volta das quartas de final da Libertadores de 1999, mas avançava contra o maior rival nos pênaltis, com grande atuação do goleiro Marcos.

Depois de vencer por 2 a 0 no jogo de ida, o time de Luiz Felipe Scolari podia perder por até um tento de diferença a partida de volta no Morumbi. Com gols de Edílson e Ricardinho, o Alvinegro devolveu o placar e levou a disputa para as penalidades. E foi aí que brilhou a estrela do arqueiro do Verdão.

Na ordem, bateram Rincón, Arce, Dinei, Evair, Vampeta, Rogério, Silvinho e Zinho. Dinei acertou a trave e Marcos pegou a cobrança de Vampeta, deixando o Palmeiras em vantagem.

Nas semifinais, o Alviverde passou pelo River Plate, da Argentina, e levantou o troféu de campeão da América pela primeira vez ao bater o Deportivo Cali, da Colômbia, novamente nos pênaltis.

VEJA POR ONDE ANDAM OS EX-JOGADORES

PALMEIRAS: Marcos, Arce, Júnior Baiano, Cléber e Júnior; César Sampaio, Galeano (Euller), Zinho e Alex (Rogério); Paulo Nunes e Oséas (Evair) Técnico: Luiz Felipe Scolari

Marcos: Possui uma linha de cervejas e uma de carnes com seu nome

Arce: É treinador. Seu time atual é o Cerro Porteño, do Paraguai

Júnior Baiano: É treinador. Último clube foi o Itumbiara-GO

Cléber: Tem investimentos no mercado imobiliário e mora nos Estados Unidos, onde estuda inglês

Júnior: Administra imóveis que adquiriu nos tempos de jogador

César Sampaio: É comentarista da ESPN

Galeano: Trabalha no futebol, principalmente com captação de jovens jogadores

Zinho: É comentarista do FOX Sports

Alex: É comentarisda da ESPN

Paulo Nunes: É comentarista do Sportv

Oséas: Administra imóveis que adquiriu nos tempos de jogador

Euller: Está fazendo curso de treinador da Uefa na Espanha, onde vive com a família

Rogério: Aposentado, faz jogos de exibição. Iniciou carreira de treinador, mas desistiu

Evair: Tentou ser treinador, mas desistiu

Luiz Felipe Scolari: Segue na carreira de treinador. Seu último time foi justamente o Palmeiras, entre 2018 e 2019

CORINTHIANS: Maurício; Índio (Rodrigo), Gamarra, Nenê e Sylvinho; Vampeta, Rincón, Marcelinho Carioca e Ricardinho (Amaral); Edílson e Fernando Baiano (Dinei) Técnico: Oswaldo de Oliveira

Maurício: É preparador de goleiros e auxiliar-técnico

Índio: Mora na aldeia Xucuru-Kariri e trabalha na secretaria de esportes de Poços de Caldas-MG

Gamarra: Foi dirigente do clube Rubio Ñu por quase uma década

Nenê: Atuou até os 36 anos e esteve recentemente na Arena Corinthians em um jogo comemorativo

Sylvinho: É treinador. Seu último clube foi o Lyon, da França

Vampeta: É comentarista da rádio Jovem Pan

Rincón: Foi comentarista e treinador. O último trabalho foi como auxiliar técnico do Millonários-COL, em 2019

Marcelinho Carioca: Tentou carreira política e se formou em jornalismo. Hoje, apresenta um programa na Rádio Tropical FM

Ricardinho: É comentarista do Sportv

Edílson: É comentarista da TV Bandeirantes

Fernando Baiano: Chegou a trabalhar como dirigente na Portuguesa, em 2016

Rodrigo: É treinador de futebol. Teve passagens pela base do Vitória

Amaral: Trabalha com aparições em eventos esportivos e corporativos

Dinei: Chegou a tentar carreira política e também participa de eventos remumerados