<
>

Manchester United: Ferguson lembra encontro em lugar 'inusitado' para contar a Stam que ele seria vendido

Sir Alex Ferguson foi técnico do Manchester United por 27 anos consecutivos, entre 1986 e 2013, e certamente acumulou mais histórias do que títulos - o que é impressionante, já que ergueu 50 troféus pelo clube inglês.

Uma dessas histórias aconteceu no verão de 2001 e é contada no livro "Liderança", assinado por Ferguson e Michael Moritz. O personagem principal é Jaap Stam, zagueiro da Holanda e que duelou com Ronaldo na semifinal da Copa do Mundo de 1998.

O United recebeu uma proposta da Lazio, interessada em contratar Stam por 15 milhões de libras, uma cifra bem mais alta na época do que hoje. Manager dos Red Devils, Ferguson ficou satisfeito com os valores e aceitou a oferta.

Só tinha um problema: como contar a Stam que ele seria vendido? Ferguson arrumou um encontro inusitado, em um posto de gasolina, para contar ao jogador, que ouviu a frustrante notícia assim, de sopetão.

"Na época ele tinha 29 anos, e a Lazio nos ofereceu 15 milhões de libras, o que considerei um excelente negócio, particularmente porque sabia que poderia contratar Laurent Blanc por quase nada", lembra Ferguson.

"Me senti péssimo ao contar a Stam sobre a nossa decisão, pois pude ver que ele ficou arrasado. Me encontrei com ele para dar a notícia em um posto de gasolina - um lugar que provavelmente não facilitou as coisas para nós dois", admitiu o treinador escocês.

Stam jogou três temporadas pelo Manchester United, de 1998 a 2001, e conquistou seis títulos: três vezes a Premier League, além da Copa da Inglaterra, da Champions League e do Mundial de Clubes de 1999. Ainda jogou na Lazio e no Milan antes de encerrar a carreira no PSV, em 2007.

Para o lugar de Stam, como dito por Ferguson, o United contratou o francês Laurent Blanc. O campeão mundial pela França em 1998 atuou duas temporadas em Old Trafford e ganhou somente um título, a Premier League de 2002-03.

Anos depois da negociação, Ferguson admite que vender Stam naquele momento foi precipitado.

"Foi a decisão certa para o Manchester United, apesar de Jaap ter continuado a jogar bem por muitos anos depois de ter deixado Old Trafford e hoje eu saber que sua venda foi prematura", disse o Sir.