<
>

Milan renova contrato de patrocínio de camisa por valor 29% menor que o atual

O Milan não anda em boa fase dentro de campo há um bom tempo e o mal desempenho vem refletindo nos cofres do clube. Como divulgou o jornal Gazzetta dello Sport, nesta quinta-feira (13), o clube milanês renovou seu contrato com o patrocinador máster, que estampa o uniforme. Mas o acordo não animou muito os torcedores.

A Emirates, companhia aérea de Dubai, patrocina o clube desde 2007 e o último contrato assinado pelas partes vence em junho deste ano. Este acordo antigo mais de 14 milhões de euros (R$ 66 milhões) por ano aos rossoneri.

O novo contrato, para a temporada de 2020/21, tem um bônus consideravelmente menor, de 10 milhões de euros (R$ 47 milhões), podendo variar até 12 milhões (R$ 56 milhões). Levando em conta o menor valor, a queda de lucro é de aproximadamente 29%.

Em comparação, a Juventus recebe da Jeep anualmente 25 milhões de euros (R$ 117 milhões) até a próxima temporada, quando o contrato se encerra, mas que deve ser ainda mais valorizado em uma renovação.