<
>

Sampaoli chamou Peres de mentiroso e pediu demissão em reunião tensa; Santos não aceitou

play
Renato Rodrigues, sobre reunião de Sampaoli com o Santos: 'Tem que cumprir o contrato ou pagar a multa; sem desrespeito com o clube' (1:36)

Treinador chegou a pedir demissão e chamou o presidente José Carlos Peres de mentiroso (1:36)

A reunião entre Jorge Sampaoli e o presidente José Carlos Peres, do Santos, além de seus advogados, na segunda-feira (9), foi tensa.

O ESPN.com.br apurou que o treinador chegou a ficar com o dedo em riste, além de chamar o dirigente santista de mentiroso, durante o encontro em que pediu ao clube a garantia de R$ 100 milhões de investimento para 2020.

Diante da negativa, o técnico chegou a pedir demissão, que não foi aceita pelo clube - a não ser que ele pagasse a multa de R$ 10 milhões prevista até 31 de dezembro deste ano.

Além disso, o treinador pediu para que a multa de R$ 3 milhões, que sua comissão técnica também tem que pagar em caso de desligamento antes de 31 de dezembro de 2020, fosse anulada.

Peres disse que consultou o comitê gestor sobre essa possibilidade, e que a liberação da multa foi unanimemente negada.

Jorge Sampaoli é o alvo primordial para o lugar de Mano Menezes no Palmeiras. Mas a pedida de R$ 2 milhões mensais assustou a diretoria alviverde.