<
>

Flamengo: Marcos Braz fala dos futuros de Gabigol e Jesus e avisa: 'Estamos atrás de boas oportunidades de mercado'

Durante a entrega do 50º Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, falou exclusivamente com o ESPN.com.br sobre o futuro de Gabigol e Jorge Jesus, sobre as contratações para a próxima temporada e também possíveis saídas de jogadores.

Sobre contratações, não detalhou posições que o Flamengo busca nem disse nomes que estão no radar. Manteve o mistério e afirmou que o clube está atrás de "boas oportunidades de mercado" avaliando as "dificuldades que o calendário e as competições vão oferecer".

Já que escondeu o jogo sobre quem vem, o dirigente acabou falando sobre quem a torcida não quer que deixe o clube: Gabigol e Jorge Jesus. O atacante foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro com 25 gols e está emprestado pela Inter de Milão até o final da temporada.

"Ele tem contrato até 31 de dezembro. Temos um bom problema para resolver em função do que foi a temporada para ele e para o Flamengo. Temos de ter paciência e tranquilidade. O Mundial é a prioridade. É importante resolver a vida dele também, mas vamos tentar tratar isso paralelamente com tranquilidade", disse.

"Jorge Jesus tem contrato até maio de 2020. É a mesma coisa. Flamengo teria um dispositivo que poderia mandá-lo embora sem qualquer ônus e ele também poderia sair sem qualquer ônus. Em função, na verdade, em relação a boa temporada dele e do Flamengo, com os objetivos conquistados, é ter tranquilidade para tratar disso. Ele é técnico até final de maio de 2020", respondeu.

Marcos Braz disse que desconhece o interesse do Everton, da Inglaterra, em Jesus, segundo publico no final de novembro o jornal "The Telegraph".

"Se for verdade, fico feliz que o Everton esteja interessado no Jorge Jesus. É sinal que é um técnico que o Flamengo apostou, o Flamengo entendeu que seria importante. Isso aí assegura mais ainda, fora os resultados das conquistas, que o Flamengo estava num bom caminho quando o contratou lá atrás. Fico feliz que Everton ou ABCD estão atrás do Jorge Jesus. Sinal que eu e o Bruno estávamos certos ao trazê-lo", disse o dirigente.

Já sobre outras saídas, Braz disse que sente que há um respeito no mercado em relação ao Flamengo por causa da disputa do Mundial de Clubes. A equipe carioca viajará nesta semana ao Qatar e fará a estreia no próximo dia 17 contra o vencedor de Ésperance, da Tunísia, e Al Hilal, da Arábia Saudita, pela semifinal.

"A gente recebe muita ligação [de jogadores ou empresários de jogadores querendo atuar/colocá-los no Flamengo], mas as pessoas estão tendo juízo em querer arguir ou pesquisar alguma coisa em cima de tirar algum jogador do Flamengo. Acho que estão respeitando também [a proximidade] do campeonato mundial", disse Braz.