<
>

Nice rescinde contrato com promessa francesa que roubou relógio de colega de time

O Nice anunciou nesta terça-feira o rompimento do contrato com “efeito imediato” do atacante Lamine Diaby-Fadiga, que confessou ter roubado o relógio de Kasper Dolberg, seu colega de equipe.

"Acima e além de todas as considerações esportivas e financeiras, o OGC Nice não pode e não vai aceitar tal comportamento que trai a confiança que une todos os empregados do clube e todos os membros da família Rouge et Noir", diz o clube em comunicado.

Em 16 de setembro, o relógio de de Dolberg, avaliado em 70 mil euros (R$ 318 mil na cotação atual), foi roubado no vestiário do centro de treinamento do clube. E a história repercutiu no mundo inteiro.

Diaby-Fadiga estava no Nice desde os 13 anos e era uma das promessas do elenco, tendo passado pelas seleções sub-16, sub-17 e sub-18 da França. Pelo time principal, ele disputou seis partidas do Campeonato Francês em 2018-19, sendo duas como titular.

Já Dolberg foi contratado nesta janela por 20,5 milhões de euros junto ao Ajax e soma quatro partidas e dois gols na atuação edição da Ligue 1.