<
>

Champions: ele foi suspenso por transferência polêmica, viu time levar maior gancho da história e ressurgiu com gol contra a Inter de Milão

Pela primeira rodada da fase de grupos da Champions League, a torcida da Inter de Milão, equipe que tem um dos elencos mais caros da Itália, foi surpreendida por um empate dentro de casa com o “modesto” Slavia Praga.

O personagem da partida foi o nigeriano Peter Olayinka, que abriu o placar e "obrigou" a equipe dona da casa a empatar o jogo, fato que só aconteceu nos acréscimos da partida.

Após altos e baixos na carreira, o atacante voltou a receber a luz dos holofotes quando balançou as redes do estádio Giuzeppe Meazza aos 63 minutos de partida. Apesar de ter apenas 23 anos, Olayinka já passou por diversos obstáculos, causados por ele ou pelos dirigentes de clubes em que esteve, durante a sua curta carreira.

O jogador foi formado nas categorias de base do Bylis Ballsh, da Nigéria, e lá deu os seus primeiros passos no futebol. Em 2013, sua carreira teve o primeiro "contratempo", quando teve a licença retirada pela FIFA por deixar a equipe com um contrato ainda em vigor.

Segundo o jornal Marca, da Espanha, para não treinar novamente pelo antigo clube, acertou um novo contrato, desta vez, com o Yenicami, da liga norte do Chipre, que não é reconhecido pela FIFA. Assim, deu continuidade ao seu desenvolvimento no futebol.

Com destaque e reconhecimento recebido em pouco tempo, Olayinka chamou a atenção do Kukësi, da Albânia. Mas a ida para a "nova casa" também não foi simples, já que a transferência controversa não foi reconhecida pela Federação de Futebol da Albânia, que tratou de suspender o atleta por quatro meses. Fato que aconteceu pois o jovem não assinou apenas com o Kukësi, mas também com o rival Skënderbeu.

Passado o tempo da suspensão, retornou ao Skënderbeu, onde viveu mais um episódio controverso e que atrapalhou o seu crescimento profissional.

A maior punição da história da Uefa

Na nova equipe, enfrentou uma goleada histórica aplicada pelo Dinamo Zagreb (6 a 2) e, após esta partida, viu a equipe sofrer a maior punição da história da Uefa. Seu clube recebeu 10 anos de suspensão por manipulações de resultados.

Após mais uma dificuldade, passou por diversas equipes, como Zulte Waregem e Dukla, até chegar no Slavia Praga.

Nesta terça-feira, anotou o seu primeiro gol pela Champions, justamente na maior partida da sua carreira, contra a Internazionale.