<
>

Campeonato Italiano de volta: entre Napoli, Inter, Milan e Roma... quem pode ameaçar a hegemonia da Juventus?

play
Juventus pode ter concorrentes ao título no Italiano? Gian Oddi analisa possíveis candidatos (2:21)

Primeira divisão italiana volta neste sábado, quando a campeã Juventus visita o Parma (2:21)

A temporada 2019-2020 do Campeonato Italiano começa neste sábado com novidades entre reforços, saídas e mudanças de treinadores entre os principais times da competição.

Atual octacampeã consecutiva, a Juventus se reforçou para tentar manter a hegemonia na Itália. Depois de disputar a última temporada sob o comando de Massimiliano Allegri, a Juve contratou Maurizio Sarri para treinar a equipe. O novo treinador desfalcará a Juve nas duas primeiras rodadas da competição por conta de uma pneumonia.

A equipe manteve suas principais estrelas, como Cristiano Ronaldo, Dybala e Douglas Costa, e recuperou o ídolo Buffon, que atuou pelo Paris Saint-Germain na temporada 2018-2019.

O zagueiro holandês De Ligt, capitão do Ajax que eliminou a própria Juve e o Real Madrid na Champions League, também foi contratado pela Velha Senhora, assim como Aaron Ramsey, ex-Arsenal, Rabiot, ex-PSG e Danilo, que chegou do Manchester City na troca por João Cancelo.

De acordo com a imprensa europeia, a Juve ainda prepara megaoperação para ter Neymar e Suárez, o que aumentaria o potencial do elenco já estelar.

Com o time de Turim ainda mais reforçado, fica a dúvida: alguém é capaz de encerrar a supremacia da Juventus nesta temporada?

Napoli

Vice-campeão em quatro dos oito títulos seguidos da Juve, o Napoli é um dos principais candidatos a brigar pela taça.

Comandado pelo multicampeão Carlo Ancelotti, o clube comprou o goleiro colombiano David Ospina, ex-Arsenal, que atuou pelo clube por empréstimo na temporada passada, e contratou o atacante mexicano Hirving Lozano, ex-PSV, e o zagueiro grego Konstantinos Manolas, ex-Roma. Outros reforços do time de Nápoles são o lateral-direito Giovanni Di Lorenzo, que se destacou no Empoli, e Eljif Elmas, ex-Fenerbahce.

Além de se reforçar, o Napoli manteve nomes como Mertens, Koulibaly, Fabián Ruiz, Callejón e Insigne em seu elenco.

Inter de Milão

A Inter de Milão contratou reforços de peso para tentar voltar a ganhar o Campeonato Italiano. O zagueiro uruguaio Godín, que fez história pelo Atlético de Madrid, e o centroavante belga Romelu Lukaku chegam carregados de responsabilidade.

O treinador Antonio Conte é outra novidade do time da Inter, que ainda comprou Politano, titular da equipe na temporada passada, quando atuou por empréstimo, e o jovem austríaco Valentino Lazaro, que se destacou pelo Hertha Berlin no Campeonato Alemão.

Manter jogadores como Lautaro Martínez, Matías Vecino e Rannochia também pode ser positivo para a Inter, que ainda contará com Mauro Icardi, que ficou na equipe depois de mais de um mês sem treinar com o elenco por conta da indefinição sobre seu futuro.

Milan

O Milan busca retomar os tempos vitoriosos, e aposta na juventude para tentar fazer isto nesta temporada.

A equipe contratou o treinador Marco Giampaolo, o jovem zagueiro Léo Duarte, ex-Flamengo, de 23 anos, o volante Bennacer, ex-Empoli, de 21 anos, o lateral-esquerdo Theo Hernández, ex-Real Madrid, também de 21 anos, e o atacante Rafael Leão, do Lille, de 20 anos.

A aposta do Milan, no entanto, provavelmente será mais efetiva a médio prazo, caso o clube mantenha a base do elenco e o treinador para a próxima temporada. Sem ganhar o Campeonato Italiano desde 2010-2011, o Milan teve sete treinadores nas últimas seis temporadas.

Roma

Assim como a Juventus, a Inter de Milão e o Milan, a Roma é outra equipe que começa a temporada de treinador novo: o português Paulo Fonseca.

Vice-campeã do Campeonato Italiano em 2013-2014, 2014-2015 e 2016-2017, o time acumula boas campanhas nas últimas duas edições da Champions League, tendo sido eliminada pelo Liverpool nas semifinais da temporada 2017-2018 e pelo Porto nas oitavas de final em 2018-2019.

A estratégia da Roma para a montagem de seu elenco envolveu, além da manutenção de jogadores importantes, como o capitão Florenzi e os atacantes Dzeko e Justin Kluivert, a contratação de atletas como o goleiro Pau López, ex-Betis, Spinazzola, ex-Juventus, e a compra de Bryan Cristante, que atuou pela equipe na última temporada por empréstimo.

Jovens como os recém-contratados Amadou Diawara e Mert Cetin, junto com Cengiz Ünder, que marcou 6 gols e deu 11 assistências em 33 jogos pela Roma na temporada passada, também são parte do plantel do time da capital italiana.

Outras equipes

As idas de Franck Ribéry para a Fiorentina e Mario Balotelli para o Brescia também chamam a atenção antes do início do Campeonato Italiano e devem ser observadas de perto, mas é pouco provável que suas equipes briguem pelo título.